segunda-feira, setembro 26, 2016

A verdade sobre Detroit


Vejam o que a política do Bom Samaritano faz... O site PJTV foi à Detroit e mostrou como os sindicatos e décadas de políticas estatistas e sociais (Democratas) reduziram a cidade mais próspera dos EUA depois da 2ª Guerra Mundial à miséria. Sou contra o Trump, mas os Democratas não são bons para a economia, no final das contas. Complicado. Transcrição e tradução de Robson da Silva. Sincronização de Ivanildo Terceiro. Veio deste LINK no Youtube do portal Libertarianismo.

Sérgio

domingo, setembro 25, 2016

The One That Got Away


Boooom dia para todos! Vou aproveitar o fim de semana para descansar e assistir um filme de 1957 sobre um piloto de caça lendário da Luftwaffe na Batalha da Inglaterra, chamado Franz Von Werra, conhecido como "The Oner That Got Away" ou, aquele que fugiu. Lembro de ter lido esta história num antigo livro da Seleções lá nos Anos 80. Confesso que rever num filme foi ainda mais interessante, apesar da narrativa do livro ser mais rica em detalhes, obviamente. Mas, o interessante é que é uma história real. Vejam o trailer. Ele mostra que a vida pode tão ou mais fascinante que a ficção!

Sérgio

sábado, setembro 24, 2016

Voo 1907 - 10 Anos


Hoje é um dia triste. fazem 10 anos de uma das maiores tragédias do Brasil. Há dez anos, quando um novíssimo jato executivo Legacy decolou de sua fábrica no interior de SP e horas depois se chocou no céu da Amazônia com um Boeing 737-800 da Gol, a segurança do sistema aéreo brasileiro foi colocada imediatamente em dúvida, além de ter deixado 154 mortos. Logo após a tragédia, soube-se que os radares não eram capazes de cobrir todo o território nacional e que os rádios não alcançavam os pilotos em determinadas áreas do país, naqueles vácuos chamados de "buracos negros" da aviação... Foram várias as razões da tragédia e algumas delas estão presentes ainda em nosso espaço aéreo. Saibam mais no especial da Folha de São Paulo.

Sérgio

quarta-feira, setembro 14, 2016

Sacanagem... Na Itália!


O mundo está mesmo estranho: Corte Suprema italiana decide que masturbação em público não é crime. Autor poderá ser preso apenas se realizar ato na presença de um menor. Homem flagrado em universidade se livrou de prisão e irá pagar multa. É, literalmente, sacanagem! Veio do G1:

A Corte Suprema da Itália decidiu que a masturbação em público não é um crime, desde que não seja realizada na presença de menores de idade. A decisão aconteceu durante a análise do caso de um homem de 69 anos, identificado apenas como PL, que recebeu uma pena de três meses de prisão e uma multa de 3.200 euros após ser flagrado se masturbando no campus da Universidade de Catania, na Sicília. Os advogados do homem apelaram à instância superior, que deu sua sentença em junho, mas apenas agora tornou a decisão pública. A justificativa é de que o ato deixou de ser considerado uma conduta criminal depois de uma mudança de lei no ano passado. Mas, caso ele seja praticado na presença de um menor, o autor poderá ser condenado a até quatro anos e meio de prisão. No caso de PL, sua sentença foi revogada, mas o caso foi devolvido à corte de Catania, que irá determinar uma multa administrativa, com valor entre 5 mil e 30 mil euros.

Sérgio

terça-feira, setembro 13, 2016

Papelmodelismo




Hobby é uma coisa legal. Eu faço aviões de plástico, o chamado Plastimodelismo. Há gente que os faz de papel, o chamado Papelmodelismo. Vejam só o nível que eles chegam. Sensacional... Vejam mais neste LINK do site Skyline Paper Models.

Sérgio

segunda-feira, setembro 12, 2016

Islamismo



Assistam este vídeo... É a história não contada do Islamismo - em números. Tradução de Hugo Silver, Israel Pestana & Jonatas.

Sérgio

sábado, setembro 10, 2016

Venderam a F-1


Por estas e outras, não torço mais por nada, de futebol à Formula 1... Matéria do UOL:

A empresa norte-americana Liberty Media confirmou nesta quarta-feira (7) que chegou a um acordo para comprar a Fórmula 1 por 8 bilhões de dólares (cerca de R$ 25,9 bilhões). A categoria é controlada há mais de 30 anos pelo magnata britânico Bernie Ecclestone, que permanecerá no cargo de CEO da F-1 após a venda e completará 86 anos no fim de 2016. Ele é o responsável por negociar contratos com as equipes e circuitos e por fechar acordos de direitos de transmissão de TV. "Eles querem que eu fique por três anos", disse Ecclestone à agência Reuters. "Por conta de tudo o que está sendo negociado, não vou para o GP de Cingapura. Eles querem que eu fique em Londres para ajudá-los, então não posso me ausentar por cinco ou seis dias".

O acordo prevê que a Liberty tenha imediatamente 18,7% das ações da Fórmula 1 por 746 milhões de dólares (R$ 2,4 bilhões). O restante do negócio deve ser concretizado até o primeiro trimestre de 2017. A Liberty Media é uma gigante do ramo das comunicações cujo acionista majoritário é o norte-americano John Malone. Entre os outros investimentos do grupo, estão o clube de beisebol Atlanta Braves e empresas como Live Nation, Time Warner e Viacom. Após completar a compra, a Liberty deve mudar seu nome para Formula One Group. O comunicado acrescentou que Chase Carey, o vice-presidente executivo da 21st Century Fox, de Rupert Murdoch, e diretor da dona da Sky News, vai assumir como presidente do conselho da empresa mãe da Fórmula 1, com Ecclestone permanecendo como presidente da empresa. "Eu admiro bastante a Fórmula 1 como uma franquia única de entretenimento global esportivo, que atrai centenas de milhões de torcedores a cada temporada em todo mundo", afirmou Carey. "Eu vejo uma grande oportunidade para ajudar a Fórmula 1 a continuar a desenvolver e prosperar para o benefício do esporte, dos torcedores, das equipes e dos investidores."

Sérgio