sexta-feira, outubro 30, 2015

Senna: Morte ou Execução?


Será verdade? Achei esse vídeo: Ayrton Senna, Acidente ou Execução? O quê acham disso? O vídeo vem acompanhado deste texto. Link AQUI.

O vídeo postado “MORTE DE SENNA ACIDENTE OU EXECUÇÃO” se tornou viral, algumas pessoas entretanto nos perguntaram sobre a suposta fumaça.

Porém Antes de responder a questão da “fumaça” gostaria de salientar outras questões que foram abordadas. Quem foi o responsável pela morte de Ayrton Senna?

De acordo com as leis italianas quando um piloto morre no autódromo, o evento deve ser cancelado e imediatamente a polícia deve ter acesso ao local para fazer a perícia do ocorrido, sábado dia anterior a corrida morreu o piloto Roland Ratzenberger, a FIA alegou que ele morreu minutos depois no hospital, porem as autoridades afirmaram que a FIA retardou o anúncio da morte para evitar o cancelamento e eventuais perdas. Veja aqui: (https://pt.wikipedia.org/wiki/Roland_Ratzenberger). Ou seja, a corrida de domingo não deveria ter acontecido, porém as leis italianas foram desrespeitadas em nome do dinheiro.

Mais tarde o Dr. Watkins Médico Chefe da F1 declarou: "Nós o tiramos do Cockpit, tiramos seu capacete e entubamos. E eu percebi pelos seus sinais neurológicos, que era uma lesão letal à cabeça. Ele suspirou por um instante e seu corpo relaxou. E foi naquele momento.... e eu não sou religioso, eu pude sentir que seu espírito havia partido” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Sid_Watkins). Ou seja segundo o médico chefe da FIA Senna morreu ali mesmo, porém como sabemos a corrida não foi cancelada, mais uma vez a FIA mostrou ao mundo que a grana vem em primeiro lugar e o ser humano é descartável.

Por questão de responsabilidade independente de ter sido um acidente ou outra coisa, Senna morreu devido a falta de respeito as leis italianas por parte da FIA. 
Segundo ponto as causas do acidente.

Foi a barra de direção? Foi, então porque Senna não freou? A primeira reação de qualquer pessoa é frear o carro porem Senna não fez isso, não a rastro de freio na pista, na área de escape o carro passa “limpo” como que estivesse em ponto morto.

A telemetria, sistema que registra o que acontece no carro e algumas ações dos pilotos, como mudar a marcha, frear, acelerar... Regista que Senna tirou o pé do acelerador, Mesmo perto do muro a telemetria não registrou Senna pisando no freio. Algo que mesmo naquela velocidade daria tempo.

O piloto Nelson Piket em entrevista ao roda viva ficou com ar de supresso e desconfiado ao receber a notícia que a única ação de Senna foi soltar o acelerador. Essa atitude demonstra claramente que Senna perdeu a consciência antes do carro sair da pista. (https://www.youtube.com/watch?v=LvdPXbYXsaU)

Finalizando sobre a barra da direção, não teria como afirmar que ela quebrou pois a situação do carro depois da batida tira a certeza de qualquer diagnóstico de problemas anteriores no carro, porém se foi a barra de direção, porque Senna não freou? PORQUE?!!!

Muitas questões foram omitidas pela mídia, O Grande Premio foi irregular devido a morte de Ratzenberger, porque nenhuma emissora de TV falou sobre o assunto? Esse simples gesto poderia ter salvo a vida do Senna.

Muito antes de qualquer perícia já estava na boca de todos, ACIDENTE, BARRA DE DIREÇÃO, e todos saíram repetindo como papagaios, e claro, uma mentira contada várias vezes se torna verdade.

Porém a questão crucial é o movimento brusco e claramente anormal da cabeça de Senna antes de sair da pista, até aquele momento Senna contornava a curva normalmente, porem depois desse movimento ele tira a pressão do pé sobre o acelerador e o carro vai reto em direção ao muro.

Em nenhum outro momento é mostrado esse movimento, quando Senna faz a pole Position passando no mesmo local ainda mais rápido o movimento não é repetido, quando Schumacher passa pelo mesmo local isso não acontece.

Esse movimento é de alguém que já perdeu a consciência. Não virar o carro, tirar a pressão do pé sobre o acelerador, não frear, quem faria isso em sã consciência?

Por último a questão mais importante, a fumaça branca, foi algum tipo de disparo ou uma construção do autódromo?

Analisando outros vídeos vemos que esse ponto branco aparece, sim lá existe um construção, porém a maneira que aparece na câmera do Senna é atípica de todas as outras vezes que aparece na câmera de outros pilotos, a impressão que nos dá é que realmente algo esta vindo na sua direção, bem diferente das imagens de Schumacher e do próprio Senna na classificatória da corrida.

Podemos afirmar que foi um disparo? Não, nem o próprio vídeo afirma isso, o que posso disser é que não foi um mero acidente, é claro que existem muitas coisas suspeitas, para começar, qualquer investigação séria foi anulada a partir do momento que a morte instantânea de Senna foi omitida pela FIA, e a polícia não teve acesso ao local do acidente com o carro presente, pois depois de retirar o Senna, a primeira coisa a ser feita foi retirar o carro do local, e a limpeza do mesmo.

Isso acabou com qualquer chance de uma investigação correta do ocorrido, será que a morte de Senna no local foi omitida apenas para continuar a prova ou havia outros interesses por traz. A morte do melhor piloto da F1 não foi capaz de sensibilizar os chefes da FIA?

Porque divulgar que Senna estava vivo se parte de seu cérebro ficou devastado? Que diagnostico de vida ele teve? Um coração batendo com um cérebro em pedaços? (http://goo.gl/8rwG8y)

A verdade, a grande verdade é que nunca saberemos quem levou a vida de nosso Senna, porém até quando essas dúvidas, todas elas aqui apresentadas não forem descartadas, não podemos acreditar que foi um apenas uma fatalidade. não devemos abrir mão do nosso direito de perguntar, como e porque, até que todas as respostas sejam dadas.

Agradeço a compreensão de todos, esse vídeo foi divulgado porque o nosso interesse não á enganar as pessoas, nem criar mais um mito, entretanto observo a morte do Senna de uma maneira diferente do que a mídia afirma. Cabe a você tirar suas próprias conclusões.

Ayrton Senna morreu no dia 1 de Maio de 1994, na Itália. Coincidentemente, no mesmo dia da fundação dos Illuminatis, 1 de Maio de 1776.

Sérgio

quarta-feira, outubro 28, 2015

Love Bacon!


Pois é... Fala sério: tanta coisa mata, deixa meu bacon em paz! Adorei a frase do estilista Kenneth Cole: "O açúcar é ruim para você, carboidratos são ruins para você, e agora o ‪#‎Bacon‬ também é, mas não se preocupe com isso, porque isso também é ruim para você."

Sérgio

Carne dá câncer?


Well... Tanta coisa dá câncer. Acho que vou correr  o risco, rsrsrs OMS coloca bacon, linguiça e salsicha na lista de alimentos cancerígenos. Há 'evidência suficiente' de ligação desses alimentos com câncer, diz relatório. Texto alerta para risco de alto consumo de carne processada. Veio do Bem Estar:

O consumo de produtos como salsicha, linguiça bacon e presunto, aumenta o risco de câncer do intestino em humanos, afirma um novo relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde) publicado nesta segunda-feira (26). De acordo com o documento, a carne processada é um fator de risco certo para a doença, e carnes vermelhas de um modo geral são um fator de risco "provável". As canes processadas foram colocadas na lista do grupo 1 de carcinogênicos – que já inclui tabaco, amianto e fumaça de diesel – para os quais já há “evidência suficiente” de ligação com o câncer. O relatório foi feito pela IARC (Agência Internacional de Pesquisa do Câncer), órgão ligado à OMS.

Risco de câncer

"Para um indivíduo, o risco de desenvolver câncer colorretal em razão do consumo de carne processada permanece pequeno, mas esse risco aumenta com a quantidade de carne consumida", afirmou Kurt Straif, chefe de programa Monographs, do IARC, que avalia riscos para o câncer. Um estudo de meta-análise -- que avaliou diversos outros estudos-- estima que cada porção diária de 50 gramas de carne processada aumente o risco de câncer colorretal em 18%. Esse tipo de câncer é hoje o segundo mais diagnosticado em mulheres e o terceiro em homens, e está matando 694 mil pessoas por ano (segundo dados de 2012 da OMS, os mais recentes). A carne vermelha - grupo dentro da qual estão tecido muscular de boi, porco, carneiro, bode e cavalo - foi classificada como um carcinógeno (produto capaz de provocar câncer) "provável" e entrou na lista do grupo 2A, que contém o glifosato, princípio ativo de muitos herbicidas. A definição do IARC para carne processada inclui produtos "transformados por salgamento, curagem, fermentação, defumação e outros processos para realçar sabor ou melhorar a preservação", afirma um artigo publicado por cientistas do IARC na revista médica "The Lancet", que acompanhou a divulgação do novo relatório.

Carne vermelha

"Essas descobertas dão mais suporte às recomendações sanitárias atuais para limitar o consumo de carne", afirmou Christopher Wild, diretor do IARC. "Ao mesmo tempo, a carne vermelha tem valor nutricional", afirmou o médico, sugerindo que as novas recomendações não sejam encaradas de maneira alarmista. "Esses resultados, então, são importantes para permitir governos e agências regulatórias internacionais para conduzirem avaliações de risco, de modo a equilibrar riscos e benefícios de comer carne vermelha ou processada e para fornecer as melhores recomendações diárias possíveis." "A maior parte das carnes processadas contém carne de porco ou boi, mas também pode conter outras carnes vermelhas, frango, carne de segunda (fígado, por exemplo), ou subprodutos da carne, como o sangue", afirma o artigo. A classificação mais branda para a carne vermelha é reflexo de "evidências limitadas" de que ela causa câncer. O IARC descobriu ligações principalmente com o câncer de intestino, mas também observou associações com tumores no pâncreas e na próstata, afirmou.

Sérgio

segunda-feira, outubro 26, 2015

Novidades sobre Lockerbie


Novidades sobre o atentado de Lockerbie, que acabou com a história da Pan Am. Veio do UOL:

O documentarista americano Ken Dornstein perdeu seu irmão David na explosão de um avião da Pan Am em 1988 enquanto sobrevoava a Escócia, que matou 270 pessoas e ficou conhecida como atentado de Lockerbie. Apenas um dos autores do ataque, o líbio Abdelbaset Al-Megrahi, foi condenado pelo crime em 2001, mas muitas perguntas sobre o incidente continuavam sem resposta. Agora, 27 anos depois, uma investigação independente de Dornstein encontrou outros dois suspeitos, que devem ser interrogados pelo FBI e pela polícia escocesa. Os dois, Mohammed Abouajela Masud e Abdullah Al-Senussi, foram citados em um documentário na televisão americana no mês passado, que se baseou na investigação de Dornstein. "Foi o acontecimento improvável da Primavera Árabe (em 2011), com a derrubada do (ex-líder líbio) Muammar Khadafi, que me deu a oportunidade. Eu liguei para algumas pessoas que conheço e tentei descobrir coisas", disse Dornstein à BBC.

'Figura misteriosa'

Com uma lista de nomes envolvidos na investigação, ele foi três vezes à Líbia em busca de informações. "Eu tinha uma lista de nomes de pessoas citadas na investigação e concluí que deveria haver três dessas pessoas vivas. Uma delas estava desaparecida e eu não tinha nenhuma informação sobre ela. Outra era Abdullah Al-Senussi, que era procurado pelos líbios. Ele acabou sendo capturado e levado de volta ao país." Dornstein afirma, no entanto, que a busca mais difícil foi por Abouajela Masud, que era considerado "uma figura misteriosa". "(Masud) Era um nome que tinha aparecido na investigação original que todos negaram que sequer existisse. Se sabia muito pouco sobre ele, mas eu acreditava que descobrir se ele existia já responderia muitas perguntas sobre o ataque, porque ele esteve próximo de Al-Megrahi em momentos-chave e dizia-se que era especialista em bombas", conta.

"Consegui comprovar que ele era uma pessoa real ao conectá-lo a outro ataque terrorista líbio realizado alguns anos antes de Lockerbie - a detonação de uma bomba em uma discoteca em Berlim. Um líbio confessou a autoria do ataque na época, mencionou o nome de Abouajela Masud e falou que ele tinha a pele escura. Isso confirmava as informações que eu tinha da investigação de Lockerbie." "Tentei encontrar essa pessoa, que ainda estava em Berlim, e criar um relacionamento com ele para ver se ele me levava a Abouajela. Após alguns anos, isso realmente aconteceu." Para Dornstein, a descoberta da identidade dos dois suspeitos contribui para aplacar algumas das principais dúvidas sobre o atentado. "Acho que agora entendo o suficiente para me sentir satisfeito", disse.

Pedido à Líbia

Um total de 270 pessoas morreram quando o voo 103 da Pan Am, que ia de Londres para Nova York, explodiu na noite de 21 de dezembro de 1988 sobre Lockerbie, no sul da Escócia, matando todos a bordo e 11 pessoas no solo. Al-Senussi, um dos suspeitos identificados recentemente, era cunhado e chefe de inteligência no regime de Khadafi. Atualmente, ele está no corredor da morte em uma cadeia líbia. Masud estaria cumprindo sentença de dez anos na Líbia por fabricar bombas. Um porta-voz do Crown Office, a Procuradoria pública escocesa, confirmou que autoridades escocesas e americanas concordaram que as leis dos dois países oferecem bases para que "tratem os dois líbios como suspeitos nas investigações atuais sobre o ataque ao voo 103 da Pan Am em Lockerbie". Em uma comunidade, o Crown Office disse que os dois países pediram o auxílio da Justiça líbia para interrogar os dois suspeitos em Trípoli. O procurador-geral da Líbia não quis falar à BBC sobre se o pedido já foi recebido e se o governo ajudaria a investigação. A Líbia vive instabilidade política desde a derrubada Khadafi, em 2011. Eleições gerais em 2014 produziram dois governos rivais - atualmente, milícias islâmicas e seculares brigam pelo controle do país.

Justiça

Abdelbaset Al-Megrahi foi chefe de segurança da companhia aérea Libyan Arab Airlines e diretor do Centro de Estudos Estratégicos em Trípoli. Em 2001, ele foi condenado à prisão perpétua pela morte das vítimas de Lockerbie, em um julgamento questionado repetidas vezes nos anos seguintes. As evidências contra Al-Megrahi chegaram ser a postas em dúvida em livros e documentários, mas nunca foram questionadas oficialmente por autoridades do judiciário, segundo o Crown Office escocês. Ele foi liberado da prisão em 2009, após ter sido diagnosticado com um câncer terminal, e faleceu em maio de 2012, em Trípoli. Entre os familiares das vítimas, os questionamentos relacionados à condenação de Megrahi contribuíram para uma sensação de impunidade e de dúvidas quanto a se a descoberta de novos suspeitos resultará em condenações. "Acho que é preciso que disponibilizem as provas do porquê estes dois são considerados suspeitos", disse à BBC Jim Swire, cuja filha morreu na explosão.

"Muitos neste país simplesmente não acreditam que Megrahi estivesse envolvido e acham que isso foi um erro da Justiça. Tentar colocar mais dois nomes em cima disso tudo é uma situação muito difícil. Isso terá que ser embasado em provas melhores do que as que foram produzidas para condenar Megrahi", afirma. Frank Duggan, presidente da associação dos parentes das vítimas do voo Pan Am 103, disse à rádio BBC Escócia que não acredita que novas condenações deverão acontecer. "Eu gostaria de pensar que sim, mas eles teriam que ser acusados pelo governo americano ou pelo governo escocês e o governo líbio teria que entregá-los - os líbios sempre disseram que não entregariam ninguém a um governo estrangeiro." "E já se passaram mais de 26 anos. É muito tempo, as pessoas estão mortas, suas histórias foram esquecidas. Eu gostaria de pensar que seria um pequeno passo para conseguir encerrar o assunto, mas não espero mais a justiça que todos queríamos."

Sérgio

sábado, outubro 24, 2015

Triste Brasil...


Excelente artigo do Arnaldo Jabor... Pena que o ignorante povo brasileiro não enxerga isso! Veio do Globo

Um grupo de intelectuais e artistas se reuniu em São Paulo para fazer um manifesto contra a possibilidade de impeachment para a Dilma. Está no direito deles, claro. Ninguém sabe se o impeachment será bom o ruim para o país. Talvez eles tenham razão. Quem sabe? Mas, por trás da luta contra o impeachment existe uma negação clara da grande crise politica que vivemos. As instituições são acusadas de serem usadas pela “direita” como disse um deles: o TCU é um bando de políticos fracassados. Um outro escreveu há dias que as marchas populares de junho e deste ano foram uma manifestação de “gente de direita”. Segundo ele, um milhão de “direitistas” querem destruir o sagrado ninho da história que é o PT. Outro autografou um livro de presente para o Maduro. Que interstícios percorrem as ideias dentro de suas mentes, para negar tudo que está acontecendo hoje? Não conseguem fazer uma reles autocrítica de suas crenças. Mudar de ideia é considerado traição. É uma visão paranoica de que o país está tomado por “fascistas” que querem tirar o PT do poder. Eu por exemplo não sou fascista (dirão meu inimigos: reacionário neoliberal), mas quero ver o lulopetismo fora do poder. Eles estão desmanchando tudo que era sólido em nome de uma fé paralítica. Se negam a ver que a corrupção virou um sistema politico. Não só roubaram bilhões em conluio com aliados ladrões, como também roubaram nossos mais generosos sentimentos. A crise destrói o país e muda nossas mentes e corações. Cada um leva consigo uma forma de melancolia. É a grande neurose nacional do “que fazer?”

Os petistas têm uma visão de mundo deturpada por conceitos compartimentados e acusatórios: luta de classes, culpados e inocentes, traidores e traídos. Stálin (“A humanidade está dividida em ricos e pobres, proprietários e explorados. Subestimar esta divisão significa abstrair-se dos fatos fundamentais”) ou Lênin (“Qualquer cozinheiro devia ser capaz de governar um país”). Só veem vitimas e carrascos. Preocupam-se mais com as ossadas do Araguaia do que com o futuro de nossa anomalia atual. O filósofo João Pereira Coutinho disse outro dia na Folha uma frase ótima: “Oprimido e opressor não esgotam as relações humanas possíveis, mesmo as desiguais. A luta de classes é uma escolha política não um dado natural” — na mosca.

Não arredaram os pés dos velhos dogmas da era stalinista, como aliás os antigos comunas fizeram desde quando se recusaram a votar nos social-democratas alemães, fazendo o Hitler subir ao poder. Já em 1924, chegou a afirmar: “O fascismo e a social-democracia não são inimigos, mas irmãos gêmeos”. A verdade é que os petistas nunca acreditaram na “democracia burguesa”. Eu me lembro de mim mesmo no tempo da UNE, quando usávamos a palavra “democracia” apenas como estratégia para avançar na “linha justa”. “Vamos fingir que acreditamos na democracia para depois extirpá-la”. Assim pensávamos e eles pensam assim até hoje; como disse uma filósofa que “hoje não vamos perder a luta, pois antes da ditadura éramos inexperientes mas hoje não somos mais”. E um janguismo mesclado com toques de bolivarianismo.

Até agora governaram um país capitalista com regras e métodos anticapitalistas — dá no desastre econômico a que assistimos. Pedem a volta da nova matriz econômica que quebrou o país. Como é que pode? Alguns intelectuais ficam “angustiadinhos”: “Ah... eu tinha um sonho... que se esfumou...” — choram os militantes imaginários, e nada fazem. A covardia intelectual é grande. Há o medo de ser chamado de reacionário ou careta. Continuam ativos os três tipos exemplares de “radicais”: os radicais de cervejaria, os radicais de enfermaria e os radicais de estrebaria. Os frívolos, os burros e os loucos. Uns bebem e falam em revolução; outros zurram e os terceiros alucinam.

Acham que a complexidade é um complô contra eles, acham a circularidade inevitável da vida uma armação do neoliberalismo internacional. Para eles, “administrar” é visto como ato menor, até meio reacionário, pois administrar é manter, preservar — coisa de capitalistas. Estamos diante de um momento histórico gravíssimo, com os dois tumores gêmeos de nossa doença: a direita do atraso e a esquerda do atraso. Como escreveu Bobbio, se há uma coisa que une esquerda e direita é o ódio à democracia.

Esta crise é tão sintomática, tão exemplar para a mudança do país, que não podia ser desperdiçada pelos pensadores livres. É uma tomografia que mostra as glândulas, as secreções do corpo brasileiro — um diagnóstico completo. Este espasmo de verdade, esta explosão de nossas vísceras, talvez seja perdida, porque as manobras do atraso de direita e do atraso de esquerda trabalham unidos para que a mentira vença. E intelectuais sérios, artistas famosos e celebridades não entendem isso, não abrem a boca. Não veem a reestatização da economia, o inchamento maior ainda da maquina pública, a destruição das agências reguladoras, da Lei de Responsabilidade Fiscal, em busca de um getulismo tardio, uma visão do Estado como centro de tudo. Quem quiser alguma positividade é “traidor”. No Brasil, a palavra “esquerda” continua o ópio dos intelectuais.

E por cima deles, nos colóquios, nos seminários, nas universidades flutuam os discursos de analise política límpidos, a sociologia infalível, a orgulhosa ostentação da verdade. “Nós sabemos a verdade: está tudo claro em nossas teses de doutorado. O problema é que o Brasil não se curva às nossas teses...”. Não admitem que um “choque de capitalismo” seria a única bomba a arrebentar a casamata paralítica do Estado inchado, gastador e ineficiente e que isso seria muito mais progressista que velhas ideias finalistas, esse “platonismo” de galinheiro. Quem tem coragem?

O Brasil evolui pelo que perde e não pelo que ganha. Sempre houve no país foi uma desmontagem continua de ilusões históricas. Com a história em marcha à ré, estranhamente, andamos para a frente. Como?

O Brasil se descobre por subtração, não por soma. Chegaremos a uma vida social mais civilizada quando as ilusões chegarem ao ponto zero.

Sérgio

sexta-feira, outubro 23, 2015

Como se faz isso?


Sem noção... Raio-x revela celular em intestino de detento no presídio de Alfenas, MG. Como parou lá? Fala sério! Aparelho foi encontrado depois que detector de metais acusou a presença. Jovem foi encaminhado ao hospital, onde raio-x mostrou o objeto. Veio do G1:

Um detento de 25 anos foi flagrado com um aparelho celular escondido no intestino na manhã desta segunda-feira (19) durante revista com um detector de metais no Presídio de Alfenas (MG).  De acordo com informações da Polícia Civil, o jovem foi encaminhado ao Hospital Universitário Alzira Velano, onde um exame de raio-x confirmou a existência do objeto. O jovem cumpre pena por roubo.
Segundo informações da assessoria do Hospital, o rapaz não precisou passar por cirurgia, mas tomou laxante e expeliu o aparelho. Ele permanece internado e passa bem. A diretoria do presídio não soube informar como o celular chegou até o detento. 

Sérgio

quinta-feira, outubro 22, 2015

Comunista Brasileiro... LIXO!


Fala sério... Comunista brasileiro quer "fuzilar" pessoas. Veio da VEJA:

Mauro Iasi foi candidato pelo PCB à Presidência da República em 2014. O PCB é um micropartido sem nenhuma importância, como Iasi, um Zé-Ninguém. Formado em história pela PUC-SP, com mestrado e doutorado em sociologia na USP, é professor-adjunto da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e já presidiu a associação de professores da instituição. A Wikipedia diz que ele também é poeta. O nome do seu livro é “Meta Amor Fases”. O trocadalho já o faz merecedor de um paredão de carilhos e denuncia seu calibre intelectual. Pois não é que este senhor, num debate na UFRJ, defendeu abertamente o fuzilamento de seus adversários? E ele deixou claro: não adiantaria o sujeito ser bom. Quem não comungasse de sua cartilha, bala! O vídeo está fazendo algum barulho na Internet. 

Dada a sua idade, Iasi nunca participou de luta armada. Tem cara de que borra a cueca ao primeiro tiro. Eu tenho certeza absoluta de que nem Marx esse sujeito leu, ou sua delinquência intelectual não seria tão saliente. Querem um exemplo? Ele diz: “Enfrentaremos os conservadores radicalizando a luta de classes”. Ora, em termos marxistas, você radicaliza a luta revolucionária, não a “luta de classes”, que não é um conceito de valor instrumental, mas a denominação de uma imanência do conflito de interesses entre burguesia e proletariado. Se Iasi estivesse certo e se fosse verdade o que dizem as esquerdas, então Joaquim Levy é um aliado dos comunistas porque, segundo esses psicopatas, o ministro tira dos pobres para dar os ricos, o que, por óbvio, em termos iasianos — e asininos —, “radicaliza a luta de classes”. Mas o melhor de sua performance de coxinha vermelho borra-cueca vem quando ele prega o fuzilamento dos adversários, com boçalidade característica.

Esse bobalhão não mata ninguém, não. É só mais um burguês do capital alheio, pendurado nas tetas do Estado, que usa o serviço público para fazer proselitismo ideológico e, quiçá, ganhar dinheiro sem trabalhar, uma vez que já foi sindicalista — e ainda é, não sei. Sua única saliência é a ignorância, como evidencia a confusão que ele faz entre luta de classes e luta revolucionaria. Falando a cretinos que leram ainda menos do que ele, pode passar por sábio. Eu não me preocupo com seu discurso, já que os seguidores do homem não lotaria uma Kombi. O que me choca é outra coisa. Ele fala no auditório da UFRJ, relativamente tomado. Nota-se que um bom número de pessoas — que também se esconderiam debaixo do colchão ao primeiro tiro — o aplaude. Não, meu queridos! O risco não é a gente vir a ter luta armada no Brasil. O risco é toda aquela gente que aplaudiu sair do auditório andando de quatro e depois se acasalar atrás da primeira moita.

Sérgio

quarta-feira, outubro 21, 2015

De Volta para o Futuro!


É hoje! Em novembro de 1989, Marty McFly e Doc Brown chegaram ao futuro no segundo filme da trilogia "De Volta para o Futuro". E o futuro, naquela época, era o dia 21 de outubro de 2015. Assistindo novamente ao longa quase 26 anos depois, é impressionante notar como muitas das tendências tecnológicas mostradas no filme são comuns no presente. Mas "De Volta para o Futuro 2" também cometeu erros. Veja abaixo alguns exemplos de previsões acertadas do filme, bem como as que passaram longe da realidade atual:

Transportes

"Para onde vamos não precisamos de estradas" - esta foi uma promessa que o filme não cumpriu. Empresas ensaiaram, sem sucesso, lançamentos de carros voadores. A Terrafugia, de Boston (EUA), é um exemplo: prometeu começar a vender um modelo em 2012, mas ainda está tentando viabilizar o negócio. "De Volta para o Futuro 2" pode ter errado quanto aos carros pelos céus das cidades, mas acertou em um detalhe. Ouça os efeitos sonoros usados para os carros do filme: eles são quase silenciosos e fazem apenas um zumbido muito baixo, algo que hoje podemos associar ao Toyota Prius e outros carros elétricos. Mas o conversor de energia Mr. Fusion, que transformaria lixo em combustível para o carro, ainda não é viável. Algumas empresas, no entanto, já testam a geração de energia a partir do lixo. Cidades britânicas como Bristol e Bath recentemente começaram a usar ônibus cujo combustível é feito a partir do tratamento do esgoto e da comida descartada. Também há esforços em curso em outros lugares para transformar os detritos gerados pela agricultura em um suplemento para gasolina. E o Brasil é um dos maiores produtores e consumidores de biodiesel do mundo. O modo como o personagem Biff pagou uma corrida de táxi, com a impressão digital do polegar, não é tão diferente da maneira como pagamos por serviços de transporte como aplicativos de táxi, Uber e seu concorrente Lyft, sem usar cédulas de dinheiro. Até a famosa cena do skate voador, ou hoverboard, não parece totalmente absurda em 2015. A Lexus demonstrou o funcionamento de seu hoverboard em agosto. Ele requer uma pista de trilhos de metal no chão para poder levitar. Recentemente o skatista Tony Hawk também foi filmado testando um outro hoverboard, o Hendo, baseado em uma tecnologia magnética parecida à usada pelo skate voador da Lexus. No entanto, placas de carro com códigos de barra não viraram realidade.

Moda e beleza

O uso da tecnologia nas roupas já havia sido previsto pelo filme na jaqueta usada por Marty. As roupas de hoje podem não ter todas as funções do casaco cinematográfico, como o secador interno. Mas alguns pioneiros já estão fazendo experiências: como encaixar eletrônicos nos tecidos das roupas. Os quepes da polícia de "De Volta para o Futuro 2" têm pequenas telas onde é possível ler mensagens. O paralelo disso no presente são os vestidos da marca CuteCircuit's, que mostram tuítes. A Nike, por sua vez, já patenteou os tênis que se amarram sozinhos, parecidos com os mostrados no filme. Quanto aos cuidados com o corpo e a pele, no momento ainda não há esfoliação tão efetiva contra o envelhecimento ao estilo mostrado no personagem de Doc, que foi a uma "clínica de rejuvenescimento". Mas as 6,7 milhões de injeções de botox e 1,2 milhão de peelings químicos realizados apenas nos Estados Unidos no ano passado sugerem que muitos estão pelo menos tentando.

Os robôs

Os drones mostrados em "De Volta para o Futuro 2" fazem apenas aparições rápidas, mas são muito atuais. Organizações de mídia, como a própria BBC, começaram a usar estas pequenas aeronaves com câmeras para conseguir novas perspectivas nas imagens. Mesmo que não se sintam confortáveis enviando os drones para lugares lotados como os mostrados no filme. Outro tipo de robô mostrado é um frentista de posto mecânico. A Holanda já testou um dispositivo parecido há alguns anos, no projeto TankPitstop. E a Tesla está desenvolvendo algo parecido para carros elétricos.

Entretenimento

Felizmente fomos poupados das sequências de "Tubarão" em Holomax, como mostrava uma cena de "De Volta para o Futuro 2". Mas a indústria do cinema não desistiu das tecnologias 3D. O último projeto é um sistema de projeção a laser que teria imagens mais "brilhantes, nítidas e claras". Essa inovação estreou recentemente em Londres com o filme "A Travessia" que, não por acaso, é do mesmo diretor da trilogia "De Volta para o Futuro", Robert Zemeckis. Mas "De Volta para o Futuro 2" acertou mais quando tentou prever como seria o entretenimento dentro de casa. A tela plana mostrada na casa de Marty McFly se parece com os painéis flexíveis mostrados recentemente pela LG em exposições do setor. Há rumores de que em breve essas telas serão comercializadas. Já as televisões controladas pela voz já são realidade graças às smart TVs da Samsung e Sony, além de dispositivos como a Apple TV e o dispositivo da Amazon.

Óculos inteligentes

Temos uma pequena pista do que Marty Jr. vê através de seus óculos supertecnológicos mostrados no filme, da marca JVC, que hoje é uma força muito menor no mercado de eletrônicos. Os maiores nomes do setor hoje estão apostando em várias formas de tecnologia parecida com a mostrada: a Microsoft com o Hololens, o Oculus Rift do Facebook ou a segunda versão do Google Glass. No entanto, o maior erro do filme é a ausência dos smartphones. Marty Jr. inclusive usa no filme um telefone público da operadora americana AT&T. O irônico é que esta foi a primeira companhia a oferecer o iPhone. Não é que o longa não previsse uma mundo conectado pelos dados. Uma conversa em vídeo ao estilo do Skype é mostrada, e os dados de quem fez a ligação também aparecem. Mas a comunicação ocorre através da TV, e não por smartphones. O filme também passou longe da realidade atual quando Marty foi avisado de uma prisão iminente por um jornal em papel, e não por uma tela touchscreen. Duas décadas antes, o filme "2001: Uma Odisseia no Espaço", de Stanley Kubrick, já tinha mostrado os "newspads". Mas um ativista que tenta restaurar a torre do relógio de Hill Valley até parece usar um tablet em uma das cenas do filme.

Futuro offline

É difícil ser muito crítico em relação ao filme quando se leva em consideração que a internet tinha sido inventada no ano de lançamento do longa e o primeiro navegador só foi lançado no ano seguinte. Isso pode explicar por que CD-Roms e os grandes Laser Discs são mostrados em pilhas de lixo. E, em uma era em que o e-mail nem tinha este nome, os futuristas responsáveis pelo filme imaginaram que seria mais fácil mandar um fax no meio da rua. Mas isso não explica a quantidade enorme de máquinas de fax na casa de Marty. "De Volta para o Futuro 2" também previu utensílios como fornos controlados por computador e um hidratador de pizzas. Hoje, no máximo, tempos um chef robótico, apresentado em uma feira em San Francisco, e uma geladeira que faz selfies. Um acerto mostrado no filme foram as portas controladas por computador - a Universidade de Yale foi a última a lançar um produto como este no começo do mês.

Sérgio

terça-feira, outubro 20, 2015

Sexo Animal...


Triângulo amoroso com 'tratadora gata' acaba em multa em zoo inglês. Tratadora de suricatos, Caroline Westlake (foto acima) atacou a especialista em macacos do local. Elas disputavam 'amor' de Adam Davies, tratador de lhamas do zoológico. Veio do G1:

A inglesa Caroline Westlake, ex-tratadora de suricatos do principal zoo de Londres, na Inglaterra, foi condenada a pagar uma indenização a uma tratadora de macacos que ela atacou por conta de um triângulo amoroso com o tratador de lhamas. Segundo a imprensa inglesa, um juiz da Corte de Westminster condenou Caroline Westlake a pagar 800 libras (R$ 4.750) para Kate Sanders, rival que havia atacado durante uma disputa por causa de Adam Davies. O jornal The Guardian informou que Caroline e Kate se envolveram em uma briga em dezembro, depois que Davies, que namorou Kate durante cinco anos, começou um relacionamento com a tratadora de suricatos. De acordo com o jornal, Kate, que é especialistas em macacos, viu Caroline e Davies juntos pela primeira vez em uma festa de Natal e fez um comentário sobre a rival, que não gostou e jogou uma taça de vinho em Kate, atingido seu rosto. Além da multa, Caroline, de 30 anos, foi condenada a 12 meses de serviços comunitários. Ela chorou quando o juiz aplicou a sentença. Ela também terá que pagar 200 libras pelas custas do processo.

Sérgio

segunda-feira, outubro 19, 2015

Piranhas e Caipirinhas...


Até que foram "criativos" no :"disfarce", mas pegou mal. Porém, falou alguma mentira? As pessoas e revoltam com o executivo, com razão, mas não se importam que sejamos mesmo um País onde as piranhas, piriguetes e sirigaitas façam e aconteçam dia e noite. Com dois pesos e duas medidas fica difícil... Veio do G1:

No programa oficial do Congresso Mundial da Associação Internacional de Proteção da Propriedade Intelectual (AIPPI), o presidente do órgão, o advogado chileno Felipe Claro, cometeu uma gafe ao apresentar o Brasil como “o país das piranhas e das caipirinhas”. A informação foi divulgada pela coluna Gente Boa, de "O Globo" nesta terça-feira (13). A presidente da AIPPI Brasil, Elisabeth Kasznar Fekete explicou à coluna que tudo não passou de um mal entendido. “Foi um erro de digitação. Era para ser 'picanhas' e 'caipirinhas'. Só nos restou lamentar”, disse. A AIPPI é uma organização sediada na Suíça e tem cerca de 9.000 membros, que representam mais de 100 países. O congresso aconteceu na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Sérgio

sábado, outubro 17, 2015

Parabólica América #73


Pessoal, esse é o Parabólica América de hoje, 17.10.2015. Enjoy!

Sérgio

Horário de Verão 2016


Horário de verão começa às 00h00 de Domingo. Mudança impacta na prática de exercícios e até em acidentes de carro. Horário de verão começa no dia 18 e vai até 21 de fevereiro de 2016. Matéria G1:

À zero hora deste domingo (18), os relógios deverão ser adiantados em uma hora em 10 estados brasileiros, além do Distrito Federal, por causa do horário de verão. Desde que a estratégia foi adotada pela primeira vez no mundo, durante a Primeira Guerra Mundial, diversos estudos têm avaliado o impacto da mudança na vida das pessoas. E o efeito não se resume ao mau humor por ter de acordar uma hora mais cedo. Segundo as pesquisas, o horário de verão pode impactar no tempo de prática de atividades físicas, no número de acidentes de carro e até no período em que funcionários passam navegando na internet de forma improdutiva durante o expediente. Conheça cinco efeitos curiosos que o horário de verão pode ter na sua vida, segundo a ciência, clicando AQUI. O horário de verão no Brasil, que começa neste domingo, vai até o dia 21 de fevereiro de 2016. Pela legislação, o horário de verão irá vigorar nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal. Esta será a 40ª edição do horário de verão no país. A primeira vez ocorreu no verão de 1931/1932. O objetivo é estimular o uso racional e adequado da energia elétrica.

Sérgio

Sigilo em SP


Disse para mim mesmo que não iria mais comentar as ridículas manobras políticas que vejo no Brasil... Mas, esta não dá para passar. Qual a razão de qualquer sigilo de um Governo, exceto em caso de segurança nacional? E estamos falando de São Paulo, do PSDB, do Alckmin, uma vergonha. Agora virou "moda" restringir dados de diversos setores. O Governador não manda? Demita quem sequer sugere algo assim, quanto mais publica uma medida destas. Vai naquela de "se colar, colou". Não tem mesmo nenhuma chance disso aqui dar certo. Cadê a OAB? Cadê o MP? Cadê a Sociedade "organizada"? Não temos, não é? Well, se ao menos cada um fizesse sua parte isso mudaria.

Medida vergonhosa e autoritária. Se a moda pega, aí acabou mesmo, vira Ditadura! Veio do G1:

Depois do sigilo de documentos sobre o Metrô, a Sabesp e a Polícia Militar, o governo de São Paulo determinou  sigilo de até 100 anos de documentos da administração penitenciária, segundo informações do SPTV. No dia 3 de setembro, o “Diário Oficial do Estado” publicou uma resolução que reestrutura a comissão de avaliação de documentos de arquivo da Secretaria de Administração Penitenciária. A resolução traz a “tabela de documentos, dados e informações sigilosas e pessoais” e informa como tempo de sigilo de até 100 anos. É o caso do sistema de controle de movimentação carcerária, nas ações da secretaria contra facções criminosas e no processo de internação e desinternação do regime disciplinar diferenciado (RDD). Também estão nessa categoria as informações pessoais sobre o secretário e demais funcionários da pasta. Outras informações têm sigilo de 15 anos e de cinco anos, como o livro de registros de ligações telefônicas. No total, são mais de 80 documentos sob sigilo.

Órgãos de fiscalização começaram a se posicionar depois da revelação de que órgãos do governo mantêm sob sigilo diversos documentos. O Tribunal de Contas do Estado pediu esclarecimentos à Secretaria de Transportes Metropolitanos na Semana passada sobre o sigilo em documentos de obras do Metrô, além da CPTM e EMTU. Nesta quinta-feira (15), o TCE determinou que presidente da Sabesp, Jerson Kelman, seja notificado. Os conselheiros querem saber quais documentos foram considerados sigilosos. O Ministério Público de São Paulo, que já havia aberto dois inquéritos para apurar os casos do Metrô e da Sabesp, anunciou que vai abrir um terceiro inquérito para investigar sigilos sobre informações da Polícia Militar. “Vivemos em um estado democrático de direito. As pessoas têm direito à informação, os documentos não são propriedade particular, disse o promotor Marcelo Milani. Durante um evento no interior, o governador Geraldo Alckmin disse que já assinou um documento revogando os sigilos nos documentos. “Nós vamos anular todos os atos de Secretaria, Fundações, Autarquias, Empresas públicas, transparência total. Tudo publicado amanhã (sexta-feira) no Diário Oficial anulando tudo.” A Lei de Acesso à Informação determina sigilo de cem anos só para dados pessoais  relativa á intimidade, vida privada e honra das pessoas. A secretaria não divulgou as razões do sigilo nos documentos e informou que a tabela foi revogada pelo decreto desta quinta-feira.

Sérgio

sexta-feira, outubro 16, 2015

Playboy sem nudez?


Calma, é só nos Estados Unidos. Well, qual a razão de pagar por algo que se vê, de graça, na Internet? O quê a empresa alega é que sem a nudez, mais gente vai comprar a revista pelas matérias. Faz sentido, rs 

A Playboy, revista lançada em 1953 com uma capa particularmente sexy de Marilyn Monroe, anunciou que, em face da concorrência de sites pornográficos, vai parar de publicar fotos de mulheres nuas. No entanto, continuará a publicar fotos de mulheres em poses provocantes. Simplesmente, elas não vão estar nuas, explicou o diretor da Playboy Scott Flanders ao jornal "New York Times". A revista está à procura de uma nova imagem, ante os sites pornográficos que oferecem gratuitamente "todos os atos sexuais imagináveis. (A publicação de fotos nuas) está totalmente ultrapassada agora", explicou. A decisão foi tomada após uma reunião com o fundador da revista, Hugh Hefner. Com o advento da pornografia na internet, a Playboy, que vendia 5,6 milhões de cópias em 1975, não vende mais do que 800 mil atualmente. Em agosto de 2014, a Playboy já havia removido de seu site todas as fotos nuas, o que fez com que a média de idade de seus leitores passasse de 47 a 30 anos, e o número de visitas aumentasse quatro vezes, de 4 a 16 milhões por mês.

A revista vai continuar a apresentar a "playmate" do mês, mas pretende se adaptar para ser vista por um público de 13 anos ou mais, explicou um dos diretores, Cory Jones. Apesar de ser conhecida principalmente pela publicação de fotos de mulheres nuas, a Playboy também publicou ao longo dos anos entrevistas com grandes figuras da história. Foi em suas páginas que Martin Luther King disse que "a América é hoje uma nação muito doente", que Malcolm X discutiu a luta pelos direitos dos negros, que o músico de jazz Miles Davis explicou que, para os negros, "seria muito melhor se o racismo desaparecesse, se pudéssemos nos livrar desta úlcera que atormenta o estômago". A revista também publicou contos de escritores famosos, como Vladimir Nabokov, Margaret Atwood ou Haruki Murakami e imagens de fotógrafos famosos como Helmut Newton e Annie Leibovitz.

Sérgio

quinta-feira, outubro 15, 2015

Algo Grandioso Acontece...


Vejam que legal... Achei isso no blog de Gustavo Tanaka. Vale a pena ler e ver que faz sentido.

Ainda não nos demos conta de algo extraordinário que está acontecendo. Há alguns meses, me descolei da sociedade, me libertei das amarras e medos que me prendiam ao sistema. E desde então, passei a ver o mundo sob uma diferente perspectiva. A perspectiva de que tudo está se transformando e a maioria de nós sequer se deu conta disso. Por que o mundo está se transformando? Nesse post vou listar os motivos que me levam a acreditar nisso.

1- Ninguém aguenta mais o modelo de emprego

Cada um está chegando no seu limite. Pessoas que trabalham em grandes corporações não aguentam mais seus empregos. A falta de propósito começa bater à porta de cada um como um grito de desespero do peito. As pessoas querem sair. Querem largar tudo. Veja quantas pessoas tentando empreender, quantas pessoas tirando períodos sabáticos, quantas pessoas estão em depressão no trabalho, quantas pessoas em burnout.

2- O modelo do empreendedorismo também está mudando

Há alguns anos, com a explosão das startups, milhares de empreendedores correram para suas garagens para criar suas ideias bilionárias. A glória dos empreendedores era conseguir um investidor. Grana do investidor na mão era praticamente a taça da copa do mundo. Mas o que acontece quando você recebe um aporte de investidor? Você volta a ser um funcionário. Você tem pessoas que não estão alinhadas com seu sonho, que não estão nem aí para seu propósito e tudo passa a girar em função do dinheiro. O retorno financeiro passa a ser o principal driver. Muita gente está sofrendo com isso. Excelentes startups começaram a patinar porque o modelo de buscar dinheiro nunca tem fim. É preciso uma nova forma de empreender. E tem muita gente boa já fazendo isso.

3- O surgimento da colaboração

Muita gente já se ligou que não faz sentido ir sozinho. Muita gente já acordou para essa loucura que é a mentalidade do “cada um por si”. Pare e pense friamente. Não é um absurdo, nós que somos 7 bilhões de pessoas vivendo no mesmo planeta, nos separarmos tanto? Que sentido faz, você e as milhares (ou milhões) de pessoas que vivem na mesma cidade virarem as costas umas para as outras? Cada vez que começo e pensar nisso, fico até desanimado. Mas felizmente as coisas estão mudando. Todos os movimentos de economia colaborativa estão apontando nessa direção. A direção da colaboração, do compartilhamento, da ajuda, de dar as mãos, da união. E isso é lindo de se ver. Até emociona.

4- Estamos começando finalmente a entender o que é a internet

A internet é uma coisa incrivelmente espetacular e somente agora, depois de tantos anos, estamos conseguindo entender o seu poder. Com a internet, o mundo se abre, as barreiras caem, a separação acaba, a união começa, a colaboração explode, a ajuda surge. Alguns povos fizeram revoluções com a internet, como a Primavera Árabe. Aqui no Brasil estamos começando a usar melhor essa ferramenta magnífica. A internet está derrubando o controle de massa. Não tem mais televisão, não tem mais uns poucos jornais dando as notícias que querem que a gente leia. Cada um vai atrás daquilo que quer. Cada um se une com quem quiser. Cada um explora o que quiser explorar. Com a internet, o pequeno passa a ter voz. O anônimo passa a ser conhecido. O mundo se une. E o sistema pode quebrar

5- A queda do consumismo desenfreado

Por muitos anos fomos manipulados, estimulados a consumir como loucos. A comprar tudo que era lançado, a ter o carro mais novo, o primeiro iphone, as melhores marcas, muita roupa, muito sapato, muito muito, muito tudo. Mas as pessoas já começaram a sacar que isso tudo não faz sentido. Movimentos como o lowsumerism, slow life, slow food, começam a aparecer pra mostrar que nos organizamos da forma mais absurda possível. Cada vez menos gente usando carro, cada vez menos pessoas comprando muito, cada vez mais gente trocando roupas, doando, comprando usado, dividindo bens, compartilhando carros, apartamentos, escritórios. A gente não precisa de nada disso que falaram que a gente precisava. E essa consciência quebra qualquer empresa que vive do consumo desenfreado.

6- Alimentação saudável e orgânica

A gente era tão louco que aceitou comer qualquer lixo. Era só ter um sabor gostoso na língua que beleza. A gente era tão desconectado, que os caras começaram a colocar veneno na nossa comida e a gente não falou nada. Mas aí um pessoal começou a acordar e começaram a dar força pro movimento de alimentação saudável, de consumo de orgânicos. E isso vai ganhar força. Mas o que que isso tem a ver com economia e trabalho? Tem tudo a ver! A produção de alimentos é a base da nossa sociedade. A indústria alimentícia é uma das principais do mundo. Se a consciência muda, se nossa alimentação muda, a forma de consumo muda, e as grandes corporações precisam acompanhar essas mudanças. O pequeno produtor está voltando a ter força. As pessoas começando a plantar sua própria comida também. E isso muda toda a economia.

7- Despertar da espiritualidade

Quantos amigos você tem hoje que fazem yoga? E meditação? Quantas pessoas faziam isso 10 anos atrás? A espiritualidade por muitos anos era coisa do pessoal do esoterismo. Era coisa de gente esquisita do misticismo. Mas felizmente isso está mudando. Chegamos no limite da nossa racionalidade. Pudemos perceber que só com a mente racional não conseguimos entender tudo que se passa aqui. Tem mais coisa acontecendo e eu sei que você quer entender. Você quer entender como essas coisas que acontecem aqui funcionam. Como a vida opera, o que rola depois da morte, o que é essa parada de energia que tanto falam, que que é física quântica, como é que os pensamentos podem se materializar e criar nossa realidade, o que são as coincidências e sincronicidades, por que quem medita é mais tranquilo, como é possível curar com as mãos, e essas terapias alternativas que a medicina não aprova, mas funcionam? Empresas promovendo meditação aos funcionários. Escolas ensinando meditação para crianças.

8- Movimentos de desescolarização

Quem criou esse modelo de ensino? Quem escolheu as matérias que você precisa estudar? Quem escolheu os temas que são estudados nas aulas de história? Por que não nos ensinaram sobre outras civilizações antigas? Por que uma criança deve aprender a obedecer regras? Por que ela deve assistir a tudo em silêncio? Por que ela deve vestir uniforme? Prestar uma prova para provar que você aprendeu? Criamos um modelo que forma seguidores do sistema. Que prepara pessoas para serem seres humanos ordinários e medianos. Mas felizmente também, tem muita gente trabalhando para mudar isso. Movimentos de desescolarização, hackschooling, homeschooling.

Talvez você nunca tenha pensado nisso e esteja em choque com o que estou colocando aqui. Mas tudo isso está acontecendo. Silenciosamente, as pessoas estão acordando, se dando conta da loucura que é viver nessa sociedade. Olhe para todos esses movimentos e tente pensar que tudo está normal. Eu acho que não está. Há algo de muito extraordinário acontecendo no mundo.

Sérgio

quarta-feira, outubro 14, 2015

Ventobras!


#vergonhalheia! A nova empresa brasileira que a presidanta fundou na ONU! Não sabe o quê é isso? Então assista o vídeo abaixo!


Sérgio

terça-feira, outubro 13, 2015

China é China...


Se você ficou parado na volta do feriadão e acha o trânsito das grandes cidades brasileiras ruim é porquê não conhece a China. Veja isso e você nunca mais vai reclamar. Esse engarrafamento gigante começou próximo a Hong Kong, quando milhões de turistas retornavam para casa pela estrada que interliga Beijing-Hong Kong-Macau, após uma semana de feriados chamada Semana de Ouro. As imagens aéreas feitas por drones mostram que o engarrafamento, causado por novo pedágio fez com que alguns motoristas ficassem engarrafados por até 5 dias. Mais de 400 policiais foram convocados para manter os ânimos (Chineses) sob controle. Já tinha ouvido falar disso, mas ver é a primeira vez!

Sérgio

segunda-feira, outubro 12, 2015

As Nuvens e eu...


Estou trabalhando e ouvindo músicas para colocar na programação da Nova Webradio​. Dessa vez, vou aumentar o Playlist de (boas) músicas brasileiras. Me peguei ouvindo essa, que há tempos não tocava, que é maravilhosa.

A letra, reproduzida abaixo, expressa mais ou menos o que penso ao fazer a Nova. O Flávio Venturini é um dos maiores compositores que o Brasil já teve. Ele cria músicas. Eu, que sempre fui um Radialista, mesmo anos depois de deixar a profissão, apenas toco. Assim, quando ele diz "as minhas canções inacabadas, vão ficar como folhas no vento", sei que um dia será a vez da Nova, quando eu me for, que ficará inacabada, repetindo os playlists de uma semana que não acabará para mim...

Mas, ainda assim, acredito que a gente precisa fazer algo para o Mundo, não apenas para si. É gratificante olhar as estatísticas e ver dezenas de pessoas no Mundo, do Brasil, América do Norte, Europa, Ásia, Oriente Médio, Oceania, ouvindo as mesmas músicas que eu estou ouvindo em São Paulo, agora. Ao mesmo tempo, na mesma energia. Mesmo sozinho, sempre acompanhado!

Poder mover esta energia pelo Mundo, é uma alegria imensa! Vale a pena! Como diz o Flávio: "Tudo que faz o amor valer, faço virar canção". Só posso tocar estas canções, mas o farei até o meu último dia!

Flávio Venturini
Nuvens

Nuvens
Vão as nuvens
As imagens que eu guardei pra mim
Nuvens claras, sentimentos
Transparentes ondas de emoção

Ondas
Som das ondas
Carruagens pelo mar sem fim
São viagens, são momentos
Que passaram e que não passarão

As minhas canções inacabadas
Vão ficar como folhas no vento
Cruzes na beira da estrada
Quando cessar em mim a energia,
o movimento

Mais do que cruzes, pousada
Mais do que abrigo, alimento
De uma aventura desenfreada
Da minha breve estrada
São os melhores momentos

Viajante, não lhes peça nada
Além de esperança e alento
São folhas, são cadernos, são palavras
São indecifráveis madrugadas
Deixe-as seguir no vento.

Fontes
São teus olhos
Diamante que eu sonhei pra mim
Mas são nuvens
Vão no vento diferentes
Os nomes da paixão

Nomes de pessoas
De lugares nas esquinas dos amores
vãos
Vão ciganos
Nuvens claras
Que passaram e que não passarão

Tudo que faz o amor valer
Faço virar canção
Se você nem quiser me ver
Faço você cantar

Sérgio

Selfie Mortal


Conheça algumas formas absurdas de se morrer ao fazer uma selfie...  Ultimamente o número de fatalidades de pessoas tirando selfies em situações perigosas causa preocupações em alguns países. Conheça algumas dessas situações. Veio do G1:

Existem muitas formas de morrer, mas, até algum tempo atrás, não seria possível imaginar que tirar "selfies" poderia ser uma delas. Tirar uma foto de si mesmo subindo no trilho de um trem, ou encostado à borda de um edifício monumental ou ainda se equilibrando no parapeito de uma ponte, pode ter consequências graves. Nos últimos meses, as notícias sobre pessoas que morreram nessas circunstâncias – tirando selfies – têm se repetido com certa frequência.

O site Mashable contabilizou ao menos 12 mortes de pessoas que estavam tirando selfies nos últimos meses. A última foi registrada há alguns dias: segundo informações do jornal britânico Mirror, o adolescente russo Andrey Retrovsky caiu de um edifício enquanto se fotografava no ponto mais alto de sua estrutura. Na Rússia, inclusive, a preocupação com essa questão levou o governo a criar uma campanha informativa para alertar a população sobre os perigos desse tipo de selfies. "Nem um milhão de 'likes' nas redes sociais valem tanto quanto a sua vida e seu bem-estar", disse o Ministério do Interior russo depois de o país ter registrado várias mortes por causa das selfies. Na campanha lançada pelo governo russo, foram distribuídos uma série de sinais de trânsito com desenhos de proibição em que apareciam pessoas fazendo selfies em situações perigosas, como em frente a um tigre, ou diante de um penhasco, ou em cima do telhado, se equilibrando em uma ponte, etc. Veja abaixo uma lista com cinco situações de perigo em que as selfies tiveram consequências fatais.

1) Cair do Taj Mahal

No fim de setembro, um turista japonês morreu depois de cair das escadas da entrada do famoso monumento Taj Mahal, na Índia, enquanto tirava uma foto de si mesmo. O turista, que estava acompanhado de outras três pessoas, não foi o único a cair. Um dos seus companheiros também tropeçou e quebrou uma perna. Nesse mesmo lugar, aconteceram algumas mortes nos últimos anos de pessoas que caíram enquanto turistas tiravam selfies.

2) Fazer selfie com pistola

Por incrível que pareça, também há registros de pessoas que morreram ao fazer selfies com armas ou pistolas. Foi o caso de Deleon Alonso Smith, um jovem de 19 anos do Texas, nos Estados Unidos, que morreu em agosto por um tiro na garganta disparada pela arma com a qual se fotografava. Não foi o único caso: uma funcionária de um escritório em Moscou, de 21 anos, levou um tiro na cabeça em maio quando tentava tirar uma foto de si mesma. Mas ela teve sorte. Não morreu, porque a arma não era letal e pertencia a um segurança que disparava balas de borracha. Ainda assim, precisou ser hospitalizada em estado crítico, segundo informações da agência de notícias russa RIA Novosti.

3) Cair da ponte ou de um edifício

Tirar selfies nos pontos mais altos de edifícios gigantes têm sido uma das "modas" mais perigosas dos últimos tempos. Fotos assim têm se multiplicado nas redes sociais, com selfies sendo registradas de lugares perigosos, como em pontes e arranha-céus. Além do caso já mencionado do jovem Retrovsky, pode-se citar o caso da universitária de 21 anos, também russa, que caiu de uma ponte próxima ao Centro Internacional de Negócios de Moscou, quando tentava tirar uma selfie com seu celular.

4) Ser eletrocutado em trilho de trem

Outra pessoa que acabou pagando caro por seu vício em selfies foi Anna Ursu, romena de 18 anos, que tentava tirar uma selfie perfeita e acabou morrendo de maneira inesperada no último mês de maio. Em uma estação de trem de Iasi, na Romênia, a jovem decidiu que uma foto em um trilho de trem seria uma excelente ideia. Quando ela subiu, porém, seu corpo ficou em chamas, e uma amiga que a acompanhava foi derrubada pela força da descarga elétrica, conforme publicou o jornal Daily Mail.

5) Ser derrubado por um touro

Tirar fotos diante de animais perigosos é outro hábito comum aos apaixonados por selfies, mas que também deve ser evitado. O espanhol David González López, de 32 anos, levou uma chifrada enquanto fazia um selfie em uma das típicas festas espanholas com corridas de touros. Ele estava na rua a certa distância do touro, tentando enquadrá-lo na selfie, quando acabou derrubado pelo animal, que avançou para cima dele.

Sérgio

domingo, outubro 11, 2015

Beliches Voadores



Que tal voar assim? Airbus apresenta projeto para colocar passageiros em cima dos outros. Veio do G1:

A construtora francesa Airbus apresentou um pedido de registro de patente nos Estados Unidos de um projeto para colocar as pessoas sentadas em duas fileiras horizontais, uns sobre os outros, em determinados espaços nos aviões. A ideia seria uma alternativa para aumentar o número de assentos disponíveis nas aeronaves e seria mais adaptável à classe executiva. A proposta foi apresentada ao Escritório de Patentes e Marcas dos EUA (USPTO) no dia 1º de outubro e cria um mezanino superior. Através da assessoria de imprensa, a Airbus confirmou que registrou o pedido de patente nos Estados Unidos e "que registra cerca de 600 patentes a cada ano com o objetivo de proteger a sua propriedade intelectual. Isso não necessariamente significa que todas as patentes serão adotadas em suas aeronaves". No pedido de patente, a empresa argumentou que, do ponto de vista econômico, serve para otimizar o espaço disponível. Não haveria redução no conforto para os passageiros, alega. Os desenhos disponíveis no pedido de patente comprovariam que os assentos disponíveis nas áreas superior e inferior poderão reclinar.

Sérgio

sábado, outubro 10, 2015

Jim Diamond


Uma perda! A voz deste cara marcou diversos momentos dos Anos 80... A música acima, I Wont Let You Down (o clipe tem qualidade ruim, mas é por ser original) é uma das melhores da década, mostra quem era o vocalista Jim Diamond, no começo de sua carreira, ainda com o PHD. Vi no UOL:

O cantor e compositor escocês Jim Diamond morreu aos 64 anos em sua casa em Londres, neste sábado (10). O músico chegou ao topo das paradas do Reino Unido e foi sucesso nas rádios brasileiras nos anos 1980 com as canções "I Won't Let You Down" e "I Should Have Known Better". Esta última fez parte da trilha sonora da novela "A Gata Comeu" (1985). De acordo com a BBC, a família do músico afirmou que estava "profundamente chocada" com a morte súbita de Diamond. "Ele era um homem de família dedicado, que amava sua esposa e seus filhos Chrissy Sarah e Lawrence, e a música que ele continuava a fazer. Ele vai fazer muito falta a todos que o conheciam e amavam sua música, sua voz e estilo únicos". Não há informações sobre a causa da morte. Nascido em Glasgow, Jim Diamond chegou a ser conhecido como "Ray Charles da Escócia" no início da carreira. Charles, ao lado de Otis Redding, era uma de suas grandes influências. Mais tarde, ao se mudar para Londres, foi contratado pelo empresário Clive Davis da gravadora Arista, que descobriu talentos como Air Supply, Dionne Warwick e Whitney Houston. Com a banda Ph. D, vendeu milhões de cópias do single "I Won't Let You Down" em 1982. Dois anos depois, se lançou em uma bem-sucedida carreira solo. 

Sérgio

Que feio, hein...


Alaska Airlines extraviou malas do próprio CEO nos EUA. Episódio foi relatado pelo próprio executivo da empresa. Bagagem de Bradley Tilden foi extraviada e recuperada do dia seguinte. Veio do G1:

O CEO da Alaska Airlines, Bradley Tilden, passou por uma saia justa durante uma convenção da companhia aéra na semana passada, em Washington, nos Estados Unidos, Ele admitiu no palco que teve a sua mala extraviada durante o voo para o evento. A bagagem foi entregue para ele no dia seguinte. Segundo reportagem do jornal "Los Angeles Times", o executivo revelou também que a aérea já tinha extraviado sua mala durante um voo 25 anos atrás. "A imprensa está aqui e espero que vocês não escrevam isso e publiquem", disse Tilden com um sorriso, segundo o "Los Angeles Times". A reportagem destaca que a empresa foi a primeira grande aérea do país a oferecer uma espécie de garantia em caso de atrasos ou extravios. Se o passageiro não receber a bagagem num prazo de 20 minutos, a Alaska se compromete a dar um crédito de US$ 25 dólares para voos futuros ou pontos para o programa de milhagens.

Sérgio

sexta-feira, outubro 09, 2015

Correndo na China


A China não é Brasil: Chinês é preso após postar vídeo nas redes sociais onde dirige a 237 km/h. Vi no G1:

Um motociclista chinês que circulou a 237 km/h em uma das principais vias de tráfego de Pequim e publicou sua "façanha" nas redes sociais deste país foi detido pela polícia acusado de conduta temerária, informou a agência oficial "Xinhua". O detido, de sobrenome Pang e de 30 anos, mostrou em um vídeo no portal YouKu (o equivalente chinês a YouTube) como percorria uma via da capital chinesa, de 37,5 quilômetros, em apenas 13 minutos e 43 segundos, alcançando uma velocidade de 237 km/h em alguns trechos. As imagens gravadas por ele mesmo mostram como circula por uma via que, em princípio é proibida a veículos de duas rodas, e como vai ultrapassando os diferentes automóveis que encontra no caminho. O vídeo tornou Pang famoso, com mais de 220 mil visitas, mas também alertou a polícia, que ordenou a detenção do motociclista, que hoje passou à disposição dos corpos de segurança de Pequim. Pang contou após sua detenção que sua corrida foi gravada no começo da manhã do dia 22 de agosto. O apaixonado por velocidade circulava com velocidade três vezes mais que o máximo permitido, embora Pang tenha garantido que em vezes anteriores ainda tinha circulado mais rápido por ela, e que seu "recorde" na mesma pista são 11 minutos.

Sérgio

quinta-feira, outubro 08, 2015

O Modelo Errado


Maravilhoso artigo da Miriam Leitão em 30.09.2015 publicado no Globo:

O Brasil vive uma crise profunda, desnecessária e evitável. Não deveria estar agora em pleno retrocesso, vivendo com medo da inflação de dois dígitos, da disparada do dólar, do desemprego que chegou em agosto a 8,6% e corre o risco de continuar subindo. O pântano em que estamos foi provocado por barbeiragem do governo. Não é um modelo que se esgotou, é uma proposta errada que cobra seu preço.

O governo atacou o edifício que o Brasil construiu por anos de ajustes e reordenações monetárias e fiscais. O país perdeu parte do terreno conquistado e desperdiçou o excelente — e finito — momento de alta das commodities. Tudo jogava a favor do PT quando ele assumiu: a herança recebida da estabilização da moeda e o salto nos preços dos produtos que o Brasil exporta. O governo perdeu esse patrimônio por incompetência.

A presidente Dilma diz hoje que o modelo instalado após a crise internacional de 2008, para evitar que o Brasil fosse atingido, esgotou-se. Isso não corresponde aos fatos. Em 2005, ela fulminou a proposta de permanecer ajustando os gastos públicos para chegar ao déficit nominal zero. Disse à equipe que fez a proposta que era preciso “combinar com os russos” e que aquela ideia era “rudimentar”.

Portanto, a opção pelo gasto descontrolado, sem buscar a âncora fiscal, foi tomada por Dilma Rousseff no governo de Lula da Silva, quando ela se instalou na Casa Civil. Esse modelo Dilma-Lula faz 10 anos. Foi ele que quebrou o Brasil, fez o país perder o grau de investimento e provoca hoje uma disparada do dólar.

O que aconteceu no Brasil nos últimos 13 anos tem que ser entendido em duas fases. Na primeira, o PT se cercou de bons economistas e seguiu a lógica da política econômica que recebeu. Não o fez por crença, mas por medo do descontrole que se prenunciava nos tremores com que o mercado recebia a notícia da vitória de um candidato que dizia que mudaria tudo quando assumisse. Ele não mudou inicialmente, e o Brasil avançou.

A partir de 2005, o governo começou a mudar paulatinamente a política econômica. Mesmo assim, os efeitos positivos de 10 anos de ajuste nas contas públicas e austeridade monetária levaram o país a atingir o grau de investimento. O governo petista foi ajudado enormemente pela China, com a forte demanda por commodities. Nesse boom, o Banco Central fez a opção certa de acumular reservas. Apesar do custo de carregamento dessas reservas, foi importante tê-las em vários momentos, como agora.

Mas, naquele momento de prosperidade, em que o Brasil estava atraindo investimento, era hora de dar um salto. O “modelo”, como Dilma define agora, foi o de aumentar os gastos, elevar a dívida, criar barreiras ilegais ao comércio externo, transferir R$ 500 bilhões para que o BNDES pudesse presentear os empresários com dinheiro público. A cartilha é esta mesmo. O PT acredita nisso, tanto que agora economistas do partido defendem a volta do que vigorou até a última eleição. Mesmo depois de quebrarem o país, não se dão conta do que fizeram. Culpam o magro e hesitante ajuste fiscal, que está sendo tentado pelos problemas que o Brasil vive; confundem o antibiótico com a infecção que sua política provocou.

O ambiente está tenso no Brasil. As empresas e as famílias temem os desdobramentos da conjuntura. A cada dia surgem novos dados ruins, como o déficit primário de agosto e o desemprego, que saíram ontem. A presidente está focada em como se manter no cargo, da mesma forma que na campanha sua preocupação era ganhar e não em como governar.

Dilma continua criando ficções para explicar seu péssimo desempenho. Diz que teve que fazer correções de preço, e não admite que foi ela, para seu proveito eleitoral, que manteve, com medidas artificiais, a tarifa de energia. Logo depois de fechadas as urnas, o país passou a viver um tarifaço. Diz que o modelo adotado para fugir da crise externa se esgotou e por isso está fazendo um ajuste para depois crescer. O país sabe que não foi isso. Ela adotou a política na qual ela e seu partido acreditam, quebrou o país, mas escondeu o resultado com truques eleitoreiros. A presidente não sabe ainda como corrigir o estrago que suas decisões provocaram. Quis tanto o poder e a reeleição e não tem rumo a dar ao seu governo. O Brasil não merecia estar passando por esta crise.

Sérgio