sexta-feira, maio 31, 2013

Irmã Selma & Bolsa Família


Essa é ótima...

Sérgio

Pergunta Discriminatória?


Novamente, o povo se revolta por cada coisa no Brasil... Matéria do jornal O Globo:

Quase dois meses após a chamada "PEC das Domésticas", que ampliou os direitos trabalhistas da categoria, um questionário aplicado a candidatos que vão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013 causou desconforto entre alunos, empregadas do ramo e o Ministério da Educação (MEC). No ato da inscrição, o estudante que se candidatou ao Enem 2013 precisou responder a perguntas sobre dados socieconômicos, como a renda mensal familiar e a escolaridade. No entanto, o formulário tinha um item que foi bastante criticado por alunos nas redes sociais. Na questão número 7, o candidato deveria assinalar, dentre os itens na lista, quais ele possui dentro de casa. Na relação, entre objetos como TV, geladeira, aspirador de pó, automóvel e computador, surge a opção "empregada mensalista". - É um ato discriminatório porque nos reduziu a objetos. Não foi perguntado se na casa do aluno havia pais, filhos ou parentes. Só objetos e as empregadas domésticas. E o mais grave é que quem elaborou esse questionário são pessoas ligadas à educação, formadores de opinião. Será que eles ensinam para as crianças que empregadas são utensílios domésticos? - questiona a presidente da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), Creuza Maria de Oliveira.

Em nota, o MEC reconheceu a infelicidade da pergunta. O órgão afirmou que "o ministro Aloizio Mercadante considera que a forma da pergunta que se refere a trabalhadores domésticos é inadequada, e vai encaminhar a necessidade de sua adequação, preservando os critérios técnicos, mas garantindo integralmente o respeito àqueles trabalhadores". O questionário é aplicado aos candidatos do Enem desde 1998. A partir de 2009, passou a ser preenchido pela internet. O formulário serve para o MEC avaliar o perfil de quem faz o exame e, com base nisso, elaborar políticas educacionais, como cotas para universidades. O candidato deve informar, por exemplo, qual a renda familiar mensal, a escolaridade de seus pais e se trabalhou antes de prestar a prova. - É um absurdo, num momento em que a gente está discutindo a legislação das domésticas, o Enem compará-las a objetos. Essa pergunta é muito infeliz, porque o Brasil ainda tem heranças da escravidão que parecem vincadas na terra - afirma uma candidata identificada apenas como Gabriela, que se manifestou contra o questionário com um post no Facebook.

De acordo com a a socióloga Maria Salete Souza de Amorim, coordenadora do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a forma como a pergunta deveria ter sido feita separadamente.
- Dentre os itens apresentados constam apenas objetos, portanto não cabe o item 'empregada mensalista'. Seria necessário criar outra questão com outras categorias para inserir essa informação - observou a professora. Já para o professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) Ocimar Munhoz Alavarse, especialista em questionários socieconômicos, a polêmica seria "exagerada". Entretanto, como forma de eliminar ambiguidades, a pergunta específica da empregada mensalista deveria ter sido feita separadamente. - O item 7 não necessariamente deve ser interpretado como posse de bens materiais, pois "ter em sua casa" pode assumir no português a ideia de haver, existir, encontrar etc., mesmo que o fato de 'Empregada mensalista' aparecer no rol de utensílios domésticos possa induzir a interpretações como teriam sido feitas por alguns candidatos. Como hipótese, poderia haver a alternativa "Empregada mensalista" separadamente - sugere Alavarse.

Sérgio

Mulheres...


Amigos, excelente dica...

Sérgio

Música do BOPE?


Fala sério... Tem bandido matando no Brasil com requinte de crueldade e o povo vai reclamar da música do Bope? Que povo estranho o brasileiro. Levam tudo a sério, especialmente o que não é preciso. O que conta, como as promessas e desmandos dos políticos, deixam passar. Mas cobram o resto das pessoas.  Juro que não entendo! Matéria G1:

Uma tropa do Batalhão de Operações Especiais, o Bope, foi flagrada cantando um grito de guerra que faz apologia à violência durante um exercício de corrida nas ruas do Rio. O vídeo foi gravado na semana passada, no parque Eduardo Guinle, que fica logo abaixo da sede do Bope, ao lado do Palácio Laranjeiras, a residência oficial do governador, na Zona Sul da cidade. Os soldados aparecem correndo sem camisa e gritam respondendo a um líder, que entoa os seguintes versos: ‘É o Bope preparando a incursão / E na incursão / Não tem negociação / O tiro é na cabeça / E o agressor no chão. / E volta pro quartel / pra comemoração’. O parque possui brinquedos e é muito frequentado por crianças. Uma moradora, que pede para não ser identificada, costuma brincar com as filhas no local e discorda do repertório do Bope. “Eu acho errado que uma corporação do estado, que está aí para prover a segurança para o cidadão, espalhe uma cultura extremamente violenta, pesada, de guerra. Acorda as pessoas às 7h, falando que a missão é entrar pela favela e deixar corpo no chão”, reclama. Outros moradores, porém, apoiam os soldados: “Acho até bacana. É um incentivo. Sinceramente, não me afeta em nada. Acho tranquilo. Para mim, não tem o menor problema”.

O sociólogo Ignacio Cano, estudioso de assuntos ligados à violência, comentou o vídeo. “É lamentável a comemoração da morte de uma pessoa e a intenção de matar que fica clara com a ideia de tiro na cabeça. Música violenta não necessariamente implica em ação violenta, mas música violenta legitima a violência, estimula e transmite a doutrina de que objetivo da policia é guerra, é combater o inimigo, é deixar o agressor no chão. Esse não é o objetivo da polícia. O objetivo da polícia é preservar direitos e preservar vidas”, destaca. No filme ‘Tropa de elite’, inspirado no cotidiano do Bope, uma tropa de aspirantes à corporação entoa outro grito de guerra que faz alusão à violência: ‘Homens de preto, / Qual é a sua missão? / Entrar pela favela / e deixar corpo no chão’. Ignacio compara esses gritos aos funks proibidões. Algumas dessas músicas falam na morte de policiais e glorificam traficantes e facções criminosas. “Essa seria a versão policial do proibidão, que reforça essa lógica da guerra, do extermínio do inimigo. Se esses mesmos cânticos são proibidos quando são cantados por meninos da comunidade, certamente não é a polícia que deveria fazer esse tipo de apologia”, acredita o especialista.

O coronel Jorge da Silva, ex-chefe do Estado-Maior da Polícia Militar e professor de sociologia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, questiona quem autorizou o exercício. “Não foi uma manifestação espontânea. Toda tropa da Polícia Militar, quando sai, ela sai a comando de alguém. Então a responsabilidade pelo que estava acontecendo ali é da pessoa que estava comandando aquele grupo”, diz. O Jornal das Dez solicitou uma entrevista com o comandante do Bope, o coronel René Alonso, mas o pedido foi negado. Em nota, a assessoria de imprensa da polícia afirma que a prática de cantar músicas de apologia à violência é proibida e que o responsável pelo exercício será responsabilizado pelo ato. A nota diz ainda que o Bope tem como valor maior a preservação da vida e que é voltado para operações de pacificação. As canções, segundo o texto, são muito antigas e não condizem com o momento atual do Bope.

Sérgio

quinta-feira, maio 30, 2013

Isso é Brasil...


Não adianta protestar contra a decisão do TJ-RS. Ele está cumprindo a lei. Nossa velha, arcaica e ineficaz lei Penal, que só se "moderniza" em favor dos que cometem crimes. Nos Estados Unidos, por exempolo, quando não se tem dúvida da autoria, especialmente em crimes contra a vida, se aguarda o julgamento já preso. Qual a lógica de alguém, sabidamente culpado, esperar em liberdade a condenação? Ainda mais em um País com tantos recursos na legislação criminal. E mais: vai demorar um, dois ou três anos o julgamento? Qual o problema? A pena básica do homicídio é reclusão de 6 a 20 anos. A demora em si, não seria um problema.

Mas, de novo, essa é a lei existente, a que permite que se aguarde o julgamento em liberdade. Quem pode mudar a lei? Os juízes? Não, o Congresso Nacional, onde estão criminosos que nem preciso mencionar o nome. Assim, não há interesse em uma lei penal mais rígida ou mais célere. Enquanto isso, é feriado e a maioria das pessoas só quer praia, bebida, churrasco, sexo, tv e futebiol. Ou estou errado?

Matéria G1 abaixo:

Os quatro acusados de homicídio doloso no caso Kiss deixaram a Penitenciária Estadual de Santa Maria na noite desta quarta-feira (29), dia em que a Justiça determinou a liberdade provisória. Por volta das 21h30, foram liberados os sócios da casa noturna Elissandro Spohr e Mauro Hoffmann e os integrantes da banda Gurizada Fandangueira, o vocalista Marcelo dos Santos e o produtor Luciano Bonilha Leão. Em carros separados, o comboio saiu escoltado por veículos da Brigada Militar e da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). Apenas equipes de imprensa aguardavam a saída deles em frente à penitenciária, localizada no distrito de Santo Antão, afastada do centro da cidade. Pouco depois da liberação dos réus, os representantes da Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) retornaram à cidade. O grupo havia fretado um ônibus para acompanhar o julgamento do pedido de liberdade provisória no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS), em Porto Alegre. 

Na chegada, o presidente da AVTSM, Adherbal Ferreira, reiterou o seu descontentamento com a decisão judicial. “A partir de agora, nos vamos tomar uma posição mais contundente. A decisão não tem fundamento, decepcionou todo o Brasil”, disse ele à Rádio Gaúcha. Um protesto pela decisão da Justiça está marcado para a madrugada desta quinta-feira (30), na Praça Saldanha Marinho, no centro da cidade. Os quatro principais réus do processo criminal estavam presos desde o dia 28 de janeiro, dia seguinte à tragédia que resultou em 242 mortes. Por meio de nota, o advogado Jader Marques, que defende Elissandro Spohr, afirmou que seu cliente estará em Porto Alegre na tarde desta quinta-feira (30). O motivo não foi informado. Mais cedo, o defensor manifestou sua preocupação com a integridade física de Elissandro Spohr, conhecido como Kiko. “Ele obviamente não ficará em Santa Maria, mas seguirá respondendo todos os chamamentos judiciais imediatamente. Nós não iremos causar nenhum tipo de demora ao processo”, afirmou o advogado.

O pedido de liberdade provisória partiu do advogado Omar Obregon, que representa o vocalista do grupo que tocava na boate Kiss no momento em que iniciou o incêndio. De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público e acolhida pela 1ª Vara Criminal de Santa Maria, ele foi responsável pela tragédia por ter apontado um sinalizador para cima, o que fez com que o teto sobre o palco da boate incendiasse. Já o produtor da banda foi responsabilizado por ter feito a compra do fogo de artifício, que não seria adequado para locais fechados. Spohr e Hoffmann foram denunciados por terem instalado um material inflamável na cobertura do teto, pela falta de sinalização para a evacuação do prédio  e a colocação de gradis que dificultaram a saída dos clientes da boate. Os quatro respondem por homicídio doloso (assumiram os riscos) qualificado e 636 tentativas de homicídio. A decisão de conceder a eles liberdade provisória foi tomada por unanimidade entre os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do TJ-RS, por três votos a zero. Os desembargadores acreditarem que os quatro réus não representam riscos para o processo e para as vítimas e que não há mais o clamor social que justifique a prisão preventiva. Na mesma seção, eles negaram o pedido de anulação de recebimento da denúncia.

Sérgio

quarta-feira, maio 29, 2013

Falando em comportamento...


Essa é sem noção mesmo... Tira foto no espelho (com celular perdido) pra postar no Facebook (do próprio dono). Matéria da Revista Época:

Reclamações sobre celulares perdidos/roubados não são novidade na internet. Mas uma em específico fez muito barulho nesta segunda (27) e terça-feira (28). O fotógrafo André Batista perdeu o celular e, misteriosamente, dias depois, viu uma foto sendo postada por outra pessoa em seu próprio perfil do Facebook. Na imagem, uma menina desconhecida aparecia em frente ao espelho, segurando (sim!) o celular furtado (aqui entra a trilha sonora de MC Bola, lembrado no título deste post). Aparentemente, a moça não percebeu que a rede social ainda estava logada com a conta de André e acabou dando “Boa noite” aos amigos errados. O fotógrafo, indignado, fez uma captura da imagem da tela (o mais famoso Print Screen) e republicou em sua conta contando a história. Esta foto já tem mais de 19 mil compartilhamentos no Facebook, e o número só aumenta. A história começou em São Paulo, na última quinta-feira (23): “Quinta, voltando para casa de ônibus, deixei meu celular cair no bolso”, disse André em entrevista a ÉPOCA. Quando se deu conta da perda, foi imediatamente ao ponto final e à garagem do ônibus, para tentar encontrá-lo. “Nesse meio tempo, fiz os bloqueios necessários no celular, mas não todos, pois queria ainda localizar o iPhone.” Na sexta, ele fez o Boletim de Ocorrência junto à delegacia, informando o furto. “No domingo à noite, eu já tinha desencanado, quando uma amiga me avisou que havia uma foto estranha na minha timeline do Facebook. E… Voilà. A menina havia postado uma foto dela com meu celular, sendo que logada na minha conta. O resto você já viu”, afirmou André. Ele e a namorada, que também tem um iPhone, tentaram ligar e enviar mensagens via SMS e Find My iPhone (um serviço capaz de localizar dispositivos móveis), mas não obtiveram resultado. André não sabe o que aconteceu com o celular: se a menina da foto o achou e resolveu ficar com ele, ou se ela comprou da pessoa que furtou, entre outras possibilidades. Pelo visto, a história só será revelada quando a internet descobrir a identidade dela. “Honestamente, não me importo mais. Eu só quis mostrar às pessoas que a esperteza de receptores está felizmente chegando ao fim, e que não existe mais espaço para a desonestidade. Achou? Faça tudo para devolver”, disse André. Surreal, não é não?

Sérgio

Filhos & Sociedade


A crença de que a felicidade é um direito tem tornado despreparada a geração mais preparada. É preciso ter limite e entender que na vida TUDO só pode ser conquistado com esforço e merecimento. Sem isso, uma sociedade perde seus valores. Exatamente o que vivemos hoje. Excelente texto de Eliane Brum indicada pela minha amiga Kelly Ricci. Por favor, leiam!

Meu filho, você não merece nada

conviver com os bem mais jovens, com aqueles que se tornaram adultos há pouco e com aqueles que estão tateando para virar gente grande, percebo que estamos diante da geração mais preparada – e, ao mesmo tempo, da mais despreparada. Preparada do ponto de vista das habilidades, despreparada porque não sabe lidar com frustrações. Preparada porque é capaz de usar as ferramentas da tecnologia, despreparada porque despreza o esforço. Preparada porque conhece o mundo em viagens protegidas, despreparada porque desconhece a fragilidade da matéria da vida. E por tudo isso sofre, sofre muito, porque foi ensinada a acreditar que nasceu com o patrimônio da felicidade. E não foi ensinada a criar a partir da dor.

Há uma geração de classe média que estudou em bons colégios, é fluente em outras línguas, viajou para o exterior e teve acesso à cultura e à tecnologia. Uma geração que teve muito mais do que seus pais. Ao mesmo tempo, cresceu com a ilusão de que a vida é fácil. Ou que já nascem prontos – bastaria apenas que o mundo reconhecesse a sua genialidade.

Tenho me deparado com jovens que esperam ter no mercado de trabalho uma continuação de suas casas – onde o chefe seria um pai ou uma mãe complacente, que tudo concede. Foram ensinados a pensar que merecem, seja lá o que for que queiram. E quando isso não acontece – porque obviamente não acontece – sentem-se traídos, revoltam-se com a “injustiça” e boa parte se emburra e desiste.

Como esses estreantes na vida adulta foram crianças e adolescentes que ganharam tudo, sem ter de lutar por quase nada de relevante, desconhecem que a vida é construção – e para conquistar um espaço no mundo é preciso ralar muito. Com ética e honestidade – e não a cotoveladas ou aos gritos. Como seus pais não conseguiram dizer, é o mundo que anuncia a eles uma nova não lá muito animadora: viver é para os insistentes.

Por que boa parte dessa nova geração é assim? Penso que este é um questionamento importante para quem está educando uma criança ou um adolescente hoje. Nossa época tem sido marcada pela ilusão de que a felicidade é uma espécie de direito. E tenho testemunhado a angústia de muitos pais para garantir que os filhos sejam “felizes”. Pais que fazem malabarismos para dar tudo aos filhos e protegê-los de todos os perrengues – sem esperar nenhuma responsabilização nem reciprocidade.

É como se os filhos nascessem e imediatamente os pais já se tornassem devedores. Para estes, frustrar os filhos é sinônimo de fracasso pessoal. Mas é possível uma vida sem frustrações? Não é importante que os filhos compreendam como parte do processo educativo duas premissas básicas do viver, a frustração e o esforço? Ou a falta e a busca, duas faces de um mesmo movimento? Existe alguém que viva sem se confrontar dia após dia com os limites tanto de sua condição humana como de suas capacidades individuais?

Nossa classe média parece desprezar o esforço. Prefere a genialidade. O valor está no dom, naquilo que já nasce pronto. Dizer que “fulano é esforçado” é quase uma ofensa. Ter de dar duro para conquistar algo parece já vir assinalado com o carimbo de perdedor. Bacana é o cara que não estudou, passou a noite na balada e foi aprovado no vestibular de Medicina. Este atesta a excelência dos genes de seus pais. Esforçar-se é, no máximo, coisa para os filhos da classe C, que ainda precisam assegurar seu lugar no país.

Da mesma forma que supostamente seria possível construir um lugar sem esforço, existe a crença não menos fantasiosa de que é possível viver sem sofrer. De que as dores inerentes a toda vida são uma anomalia e, como percebo em muitos jovens, uma espécie de traição ao futuro que deveria estar garantido. Pais e filhos têm pagado caro pela crença de que a felicidade é um direito. E a frustração um fracasso. Talvez aí esteja uma pista para compreender a geração do “eu mereço”.

Basta andar por esse mundo para testemunhar o rosto de espanto e de mágoa de jovens ao descobrir que a vida não é como os pais tinham lhes prometido. Expressão que logo muda para o emburramento. E o pior é que sofrem terrivelmente. Porque possuem muitas habilidades e ferramentas, mas não têm o menor preparo para lidar com a dor e as decepções. Nem imaginam que viver é também ter de aceitar limitações – e que ninguém, por mais brilhante que seja, consegue tudo o que quer.

A questão, como poderia formular o filósofo Garrincha, é: “Estes pais e estes filhos combinaram com a vida que seria fácil”? É no passar dos dias que a conta não fecha e o projeto construído sobre fumaça desaparece deixando nenhum chão. Ninguém descobre que viver é complicado quando cresce ou deveria crescer – este momento é apenas quando a condição humana, frágil e falha, começa a se explicitar no confronto com os muros da realidade. Desde sempre sofremos. E mais vamos sofrer se não temos espaço nem mesmo para falar da tristeza e da confusão.

Me parece que é isso que tem acontecido em muitas famílias por aí: se a felicidade é um imperativo, o item principal do pacote completo que os pais supostamente teriam de garantir aos filhos para serem considerados bem sucedidos, como falar de dor, de medo e da sensação de se sentir desencaixado? Não há espaço para nada que seja da vida, que pertença aos espasmos de crescer duvidando de seu lugar no mundo, porque isso seria um reconhecimento da falência do projeto familiar construído sobre a ilusão da felicidade e da completude.

Quando o que não pode ser dito vira sintoma – já que ninguém está disposto a escutar, porque escutar significaria rever escolhas e reconhecer equívocos – o mais fácil é calar. E não por acaso se cala com medicamentos e cada vez mais cedo o desconforto de crianças que não se comportam segundo o manual. Assim, a família pode tocar o cotidiano sem que ninguém precise olhar de verdade para ninguém dentro de casa.

Se os filhos têm o direito de ser felizes simplesmente porque existem – e aos pais caberia garantir esse direito – que tipo de relação pais e filhos podem ter? Como seria possível estabelecer um vínculo genuíno se o sofrimento, o medo e as dúvidas estão previamente fora dele? Se a relação está construída sobre uma ilusão, só é possível fingir.

Aos filhos cabe fingir felicidade – e, como não conseguem, passam a exigir cada vez mais de tudo, especialmente coisas materiais, já que estas são as mais fáceis de alcançar – e aos pais cabe fingir ter a possibilidade de garantir a felicidade, o que sabem intimamente que é uma mentira porque a sentem na própria pele dia após dia. É pelos objetos de consumo que a novela familiar tem se desenrolado, onde os pais fazem de conta que dão o que ninguém pode dar, e os filhos simulam receber o que só eles podem buscar. E por isso logo é preciso criar uma nova demanda para manter o jogo funcionando.

O resultado disso é pais e filhos angustiados, que vão conviver uma vida inteira, mas se desconhecem. E, portanto, estão perdendo uma grande chance. Todos sofrem muito nesse teatro de desencontros anunciados. E mais sofrem porque precisam fingir que existe uma vida em que se pode tudo. E acreditar que se pode tudo é o atalho mais rápido para alcançar não a frustração que move, mas aquela que paralisa.

Quando converso com esses jovens no parapeito da vida adulta, com suas imensas possibilidades e riscos tão grandiosos quanto, percebo que precisam muito de realidade. Com tudo o que a realidade é. Sim, assumir a narrativa da própria vida é para quem tem coragem. Não é complicado porque você vai ter competidores com habilidades iguais ou superiores a sua, mas porque se tornar aquilo que se é, buscar a própria voz, é escolher um percurso pontilhado de desvios e sem nenhuma certeza de chegada. É viver com dúvidas e ter de responder pelas próprias escolhas. Mas é nesse movimento que a gente vira gente grande.

Seria muito bacana que os pais de hoje entendessem que tão importante quanto uma boa escola ou um curso de línguas ou um Ipad é dizer de vez em quando: “Te vira, meu filho. Você sempre poderá contar comigo, mas essa briga é tua”. Assim como sentar para jantar e falar da vida como ela é: “Olha, meu dia foi difícil” ou “Estou com dúvidas, estou com medo, estou confuso” ou “Não sei o que fazer, mas estou tentando descobrir”. Porque fingir que está tudo bem e que tudo pode significa dizer ao seu filho que você não confia nele nem o respeita, já que o trata como um imbecil, incapaz de compreender a matéria da existência. É tão ruim quanto ligar a TV em volume alto o suficiente para que nada que ameace o frágil equilíbrio doméstico possa ser dito.

Agora, se os pais mentiram que a felicidade é um direito e seu filho merece tudo simplesmente por existir, paciência. De nada vai adiantar choramingar ou emburrar ao descobrir que vai ter de conquistar seu espaço no mundo sem nenhuma garantia. O melhor a fazer é ter a coragem de escolher. Seja a escolha de lutar pelo seu desejo – ou para descobri-lo –, seja a de abrir mão dele. E não culpar ninguém porque eventualmente não deu certo, porque com certeza vai dar errado muitas vezes. Ou transferir para o outro a responsabilidade pela sua desistência.

Crescer é compreender que o fato de a vida ser falta não a torna menor. Sim, a vida é insuficiente. Mas é o que temos. E é melhor não perder tempo se sentindo injustiçado porque um dia ela acaba.

Sérgio

O mundo...


como pensamos que ele é... E não é verdade? Dica da Olivia, obrigado Babe!

Sérgio

Fiscalização no Trânsito



Well... Sou legalista. O trânsito em Taubaté pode estar horrível, mas melhorará se os motoristas passarem a andar corretamente, sem fila dupla, tripla, quádrupla, sem entrar na contramão, sem as besteiras que tanto me irritam. Neste aspecto a PMT está certa! Agora, como já disse antes, querer resolver o problema do trânsito só com a caneta, invertendo vias, é um insulto à nossa inteligência.  Matéria O Vale:

Nas primeiras 48 horas de fiscalização, a Prefeitura de Taubaté aplicou 28 multas a motoristas que não se adaptaram as mudanças de mão nas avenidas Independência, Marrocos, Dom Pedro, Marechal Arthur da Costa e Silva e Bandeirantes. Segundo o Departamento de Trânsito, 15 motoristas foram multados por ultrapassar o sinal vermelho, 11 por transitar na contramão e dois por “dirigir sem atenção aos cuidados de segurança” --as punições variam de R$ 53,20, para o último caso, e R$ 191,54, para avanço de sinal vermelho e tráfego na contramão.  Todos os motoristas ainda terão direito a recurso. A prefeitura não informou qual das vias registrou mais motoristas imprudentes. Agentes de trânsito ainda estão percorrendo as avenidas para orientar os condutores.

Mudança

As cinco vias passaram a ter mão única no último dia 19. As alterações provocaram críticas de motoristas e moradores que se sentiram prejudicados --principalmente da “parte alta” da cidade. O viaduto da avenida Assis Chateaubriand, que liga os bairros Independência e Cidade Jardim, chegou a ter mão única, com o tráfego liberado apenas no sentido Barreiro --obrigando o motorista seguir pela avenida Dom Pedro, marginal da Dutra, continuar pela rua Professora Escolástica Maria de Jesus, retornar pelo túnel do Mercatau e seguir pela avenida do Povo ou pela avenida dos Bandeirantes-- mas o governo voltou atrás e manteve a mão dupla no viaduto.  “Cheguei de São Paulo cansado e, quando estava a cinco minutos da minha casa, fui surpreendido com o viaduto fechado. Levei mais de 30 minutos para fazer todo o retorno. Bom que voltaram atrás”, disse o administrador Antonio dos Santos, 58 anos.

Ajustes

A prefeitura ainda prevê mais duas mudanças viárias nos próximos dias.  A primeira ocorrerá no túnel da fábrica Daruma, que irá voltar a ter mão dupla e receberá instalação de semáforos. A segunda será o fechamento do acesso do km 103 da rodovia Presidente Dutra para carretas e caminhões. O Departamento de Trânsito de Taubaté solicitou à concessionária CCR NovaDutra, responsável pela rodovia, sinalização para que as carretas e caminhões possam acessar o distrito industrial pela região de Quiririm.

Sérgio

terça-feira, maio 28, 2013

Springfield em Orlando


Vai ser legal de mais... E aqui do lado!!! rsrsrs Matéria G1:

Os fãs dos Simpsons poderão finalmente andar pelas ruas de Springfield, ir ao Bar do Moe tomar uma cerveja Duff, comer um Krusty Burger e passar no supermercado Kwik-E-Mart para comprar alguma coisa. No verão americano, a primeira réplica da cidade fictícia abrirá suas portas nos parques temáticos da Flórida, anunciou a Universal Orlando, sem definir ainda a data de inauguração. Os produtores garantem que este será "o único lugar do mundo" em que o público da série que é transmitida há mais tempo na televisão americana poderá passear pelas ruas da "verdadeira" Springfield. "Pela primeira vez na história, vão poder entrar em um mundo que só viram na televisão", disse o presidente da Universal Creative, Mark Woodbury, no site do complexo de parques temáticos de Orlando (Flórida).

Desde maio de 2008, já existe em Orlando e em Hollywood uma atração dedicada aos famosos personagens de Matt Groening, a chamada "The Simpsons Ride", mas nos próximos meses serão incluídas na Flórida atrações, restaurantes, lojas e personagens desta conhecida cidade, de pouco mais de 30 mil habitantes. "E, sim, também haverá cerveja Duff, assim como os famosos Krusty Burgers", promete o diretor do projeto, no qual também não faltarão o restaurante de frutos do mar do capitão Horatio McCallister, a pizzaria do Luigi e até o Lard Lad para comprar rosquinhas pela manhã.

O presidente da Fox Consumer Products, Jeffrey Godsick, explica que a ideia é "transformar em realidade lugares icônicos de Springfield com os quais os fãs dos Simpsons cresceram". A série animada foi considerada o melhor programa de televisão do século XX pela revista "Time". Na cidade, também haverá a estátua de Jebediah Springfield, o pirata convertido em explorador que fundou a cidade, e outros detalhes imprescindíveis do fenômeno cultural que entrou para a vida de milhões de pessoas no início dos anos 1990 e continua na de muitos deles, que o acompanham semana após semana em sua temporada de número 25. 

Dentro da tradição dos criadores de mesclar realidade e ficção, os próprios Homer, Marge, Bart, Lisa e Maggie, cujas aventuras já ganharam 27 prêmios Emmy, visitaram na ficção o 'KrustyLand", o parque temático de Krusty, o Palhaço, e montaram na montanha-russa "The Simpsons Ride". Os criadores da série mais popular da emissora "Fox" sempre evitaram dar pistas sobre o estado americano em que se localiza a cidade e até transformaram o tema em uma "gag" recorrente da série. No entanto, os fãs pressionaram durante anos para tentar associar algum lugar real a Springfield, um dos topônimos mais comuns nos Estados Unidos. Até concursos já foram organizados entre as Springfield da vida real para determinar qual se parecia mais com a do desenho, mas o certo é que hoje não existe no país nenhuma que se pareça muito com o cenário da série. Isso explica porque, após mais de duas décadas de especulações, a confissão de Groenning há apenas um ano de que se inspirou na Springfield do Oregon foi uma grande revelação para a legião de fãs da série. No entanto, logo vieram as análises e as comparações, que deixaram claro que essa cidade pouco tem a ver com a que os fãs da série consideram a "verdadeira" cidade.

Sérgio

segunda-feira, maio 27, 2013

Mapa-Mundi com aviões



Muito bonito de se ver... Vejam mais AQUI. Veio do G1:

Um consultor canadense desenvolveu um sistema de visualização das rotas de tráfego aéreo ao redor do globo que recria o mapa-mundi. Michael Markieta achou desnecessário usar recursos para ajudar o público a identificar diferentes partes do mundo. Seus mapas iluminados mostram que as rotas aéreas traçam a silhueta dos maiores continentes, revelando que os seres humanos preferem morar perto da costa. O consultor deu início ao projeto durante seu tempo livre e utilizou a tecnologia do Sistema de Informações Geográficas (GIS, na sigla em inglês) para criar mapas a partir dos dados obtidos. Atualmente há 58 mil rotas aéreas cruzando os céus nos cinco continentes. Nos mapas revelados por Markieta não causa surpresa o fato de que os pontos mais brilhantes aparecem em áreas onde muitas rotas seguem o mesmo trajeto e têm como destino as maiores cidades do mundo.

Sérgio

Esqui Lateral...


Muito sem noção... Veio da BBC Brasil:

Jovens motoristas na Arábia Saudita estão se dedicando a uma arriscada modalidade de esporte automotivo, praticada nas estradas que cortam o deserto do país. Assista ao vídeo. A modalidade, chamada de 'esqui lateral', envolve equilibrar o carro em suas duas rodas laterais enquanto o veículo está em movimento. E, ainda por cima, os passageiros fazem movimentos ousados, se equilibrando em cima do veículo, se pendurando em suas janelas ou até mesmo trocando as rodas. Integrantes de uma das trupes que praticam o esporte radical falam até em exportar o esporte para outros países.

Sérgio

Proteção na 3ª Idade


Amigos, é bom a gente conversar e conscientizar os mais velhos sobre os perigos do sexo deprotegido, em qualquer idade! Matéria do G1:

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde feito a pedido do G1 aponta que em dois anos --entre 2010 e 2011- onze idosos foram diagnosticados com o vírus da Aids no Vale do Paraíba. O problema não é regional. A incidência da doença entre as pessoas com mais de 60 anos subiu 26% no estado nos últimos dez anos. De acordo com dados do Boletim Epidemiológico do Centro de Referência e Treinamento, órgão da secretaria, sete idosos da região foram diagnosticados com a doença em 2010 – sendo dois casos em Cruzeiro, e um em Cachoeira Paulista, Campos do Jordão e Lagoinha, Lorena e Taubaté. Já em 2011, foram quatro notificações, sendo que duas foram em Taubaté e uma em Lorena e Cruzeiro. De acordo com a pasta, a principal categoria de exposição ao vírus na terceira idade é a heterossexual. Segundo a secretaria, com o aumento das atividades sexuais em faixas etárias mais elevadas sobe a exposição das pessoas às doenças sexualmente transmissíveis. A pasta não informou os dados do ano passado nem deste ano.

Sérgio

Mamorial Day


Sei que muitos vão criticar, com aquelas velhas frases feitas, que os americanos isso ou aquilo. Todos tem qualidades e defeitos. Mas, sem os Estados Unidos, falaríamos alemão e o Mundo seria muito diferente. Especialmente pela Segunda Guerra Mundial, devemos ser muito gratos aos Estados Unidos e seu apoio em armas e pessoas, no mundo todos. Ademais, o dia de hoje é sobre pessoas e não Países. Hoje, no Memorial Day, é dia de prestar homenagens aos homens que, abrindo mão de suas vidas, defenderam (e o fazem até hoje) ideais que são de toda a humanidade: liberdade, respeito e Democracia. Para todos estes (e eu conheci pessoalmente alguns, brasileiros e americanos), meu respeito. Aos seus familiares, respeito e apoio.

Sérgio

Violência no Vale


É uma tristeza ver o resultado desta pesquisa. Mas, também era previsível: encheram o Vale do Paraíba de prisões, vieram bandidos de todos os lugares, suas famílias, amigos e, assim, se trouxe o crime para nossa região. Além disso, bandidos do Rio de Janeiro, expulsos pelo começo de moralização da cidade, com as UPP's, resolveram "tomar" o Vale do Paraíba de assalto, literalmente. Falávamos isso entre os amigos quando se começou este processo no Rio. Cadê o planejamento, senhor Governador? Era óbvio só para nós? Geraldo Alckmin, o senhor é do Vale, mas faz muito pouco pela nossa segurança. Uma vergonha! Matéria do G1:

O Vale do Paraíba contabilizou um aumento de 40% no número de vítimas de homicídio doloso - quando há a intenção de matar - em abril deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 42 assassinatos neste ano contra 30 em abril de 2012.  O litoral norte, com menos de 300 mil habitantes, registrou 10 mortes violentas no último mês. Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (24) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e mostram que a região continua a mais violenta do interior do Estado. Caraguatatuba, maior cidade do litoral norte, registrou seis assassinatos em abril, o mesmo número contabilizado por São José dos Campos, cuja população é cinco vezes maior. No acumulado deste ano, a cidade teve 14 mortes violentas contra 6 no mesmo período de 2012, uma alta de 133%.

Em apenas duas horas, no último dia 30 de abril,  três jovens foram assassinados a tiros nos bairros Tinga e Perequê Mirim. Segundo a polícia, as três vítimas tinham passagem por tráfico.  Na região litorânea, a violência recuou apenas em Ubatuba - São Sebastião manteve o número estável e Ilhabela saltou de nenhum assassinato para um. Em abril, o delegado seccional da região, León  Nascimento Ribeiro, acumulou a funcão de responsável pela Polícia Civil no litoral e em São José dos Campos, após a morte do delegado Roberto Martins.

O novo delegado seccional do litoral norte, Cleber Henrique Martins de Oliveira, assumiu o cargo há 15 dias e disse iniciou um processo de realocação do efetivo da região para atuação na rua." O setor de investigação será reforçado em Caraguá  por quatro policiais de São Sebastião e Ubatuba. Além disso, outros sete policiais que atuam em áreas administrativa vão para o trabalho nas ruas", afirmou. Segundo ele, o tráfico é uma das alavancas para a violência na cidade e que a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE) foram orientadas a reforçar o combate ao tráfico e as prisões por porte ilegal de arma. "Uma das formas de fazer isso é intensificar as prisões em flagrante, sobretudo nas regiões onde os homicídios foram registrados", disse o delegado. A Polícia Militar também foi procurada, por meio da assessoria de imprensa às 16h, e não retornou até a publicação da reportagem.

Estatística

O número de homicídios em abril também aumentou em São José em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram 6 no último mês contra 4 em 2012. Taubaté contabilizou três homicídios contra 2 em abril do ano passado. No acumulado do quadrimestre, o Vale do Paraíba teve alta de 8,84% em relação a 2012. Foram 160 assassinatos de janeiro a abril deste ano. Em abril, o número de roubos também aumentou de 789 para 868, o de tráfico de entorpecentes de 279 para 288. Caíram as ocorrências de roubo de cargo, de 9 para 7 e roubo e furto de veículos, somado, caiu de 636 para 537.

Gabinete de Segurança

Na reunião do Conselho de Desenvolvimento da RM Vale, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assinou decreto nesta sexta-feira (24) criando o  o Gabinete de Gestão Estratégica de Segurança Pública, que atuará no fortalecimento das medidas contra criminalidade. "Queremos reunir todo mundo para fortalecer as ações de segurança. Vamos forlatecer as investigações, a elucidação de crimes, a identificação e a prisão de criminosos. O estado de São Paulo vai contratar mais 2.800 policiais civis, ampliar a polícia científica e também temos concurso aberto para a contratação de soldados e oficiais para a Polícia Militar. Nos próximos dias devem chegar ao Vale do Paraíba quatro delegados para Taubaté, dois para Jacareí, dois para Ubatuba e um para Piquete", explicou.

Sérgio

sexta-feira, maio 24, 2013

Upgrade...


Que um upgrade em algum voo? Veja estas dicas do G1:

Pesquisa feita pelo buscador de passagens Skyscanner com 700 comissários de bordo de 83 países revela as melhores dicas para quem quer tentar a sorte na hora de embarcar em um voo e pedir um upgrade (mudança de classe, da econômica para a executiva, por exemplo). Dos comissários que responderam, 61% já deram upgrades grátis a alguém. A pesquisa mostrou ainda os perfis de passageiros que têm mais chance e que têm menos chance de conseguir um lugar melhor no avião. Segundo 72% dos comissários de bordo, quem viaja sozinho está mais propenso a ganhar a transferência para uma classe melhor. Um homem solteiro, bem vestido, com idade de cerca de 30 anos, é o passageiro mais propenso a ser transferido para business ou 1ª classe. Mulheres muito jovens, praticamente no fim da adolescência, e usando roupas provocantes, ou viajando em grupo, são as que têm menos chance na opinião dos funcionários das companhias.

Também têm boas chances os participantes de programas de milhagem ou passageiros com lesões ou doenças. Quase dois terços dos funcionários de aéreas consultados disseram que um passageiro com um membro fraturado tem maior probabilidade de ter um upgrade gratuito. Outra enquete feita pelo Skyscanner em 2012 indicou que os passageiros cobiçam tanto os assentos da primeira classe e executiva que 75% deles mentiriam para serem transferidos da econômica. Na ocasião, 14% considerariam se passar por recém-casados, 6% simulariam doenças ou lesões e 7% fingiriam viajar sozinhos para serem realojados.

Veja abaixo as dez dicas mais apontadas pelos comissários como úteis para conseguir um upgrade:

1.    Seja educado e amigável (82% dos comissários consideram que isso faz diferença)
2.    Entre para o programa milhagem da companhia aérea (80%)
3.    Viaje desacompanhado (72%)
4.    Se tiver algum tipo de lesão ou doença, deixe isso evidente (65%)
5.    Vista-se bem (59%)
6.    Se estiver em lua-de-mel, avise aos comissários (58%)
7.    Faça amizades com os comissários  (55%)
8.    Viaje na baixa temporada; quanto mais lugar disponível, mais chance de upgrade (47%)
9.    Conte histórias para ganhar a simpatia dos comissários (35%)
10. Capriche na sua apresentação, pois passageiros atraentes e bem cuidados têm mais chance de upgrade (31%)

Sérgio

Tartaruga?


Vejam só... Ela tem uma "casa" nas costas, rsrsrs Outdoor ambulante na China!

Durante a 55ª edição da Housing Fair, realizada na cidade de Nantong, na China, uma modelo foi vista desfilando com uma planta de apartamento pintada nas costas. A feira, voltada para interessados no mercado imobiliário, foi aberta nesta sexta-feira (24).

Sérgio

quinta-feira, maio 23, 2013

Isso é Brasil...


Vejam só... A brasileira Claudia Hoerig é a maior suspeita de matar o marido em 2007 e o Brasil a protege. Simplesmente inaceitável. Ela vivia nos Estados Unidos, comprou arma, matou o marido (alegadamente) e foi embora. Deveria ser julgada de acordo com as leis dos EUA, onde escolheu morar. Mas, foge e se esconde atrás de uma lei ridícula e agora prejudica a todos. É certo isso? Ela fala que foi abusada e se defendeu. Mas isso deveria ser alegado na defesa dela aqui e não para evitar que ela seja levada a julgamento. Enquanto nosso País acolher e proteger quem faz algo errado, seja aí ou fora do Brasil, estará na contramão do que é certo. Quem deve ser protegido é que faz as coisas certas e segue a lei. Não quem a viola!

Acorda Brasil! Matéria Folha de São Paulo:

Uma emenda aprovada ontem por uma comissão da Câmara dos Deputados dos EUA impossibilita a concessão de vistos permanentes a cidadãos brasileiros. O projeto, que será votado em junho no plenário da Câmara, interrompe o financiamento do Serviço de Imigração e Cidadania dos EUA para o Brasil, mas não afeta vistos temporários, como os de trabalho ou de turismo. O autor da emenda, o democrata Tim Ryan, 39, de Ohio, quer punir o Brasil pela não extradição da brasileira Claudia Hoerig, acusada de matar o então marido, o piloto da Força Aérea Americana Karl Hoerig, em 2007. Ela voltou ao Brasil no mesmo ano. "A assassina do major Hoerig deve ser devolvida aos Estados Unidos para enfrentar processo e nós precisamos mandar uma mensagem ao Brasil que a conduta deles não será tolerada", disse o deputado Ryan após o voto. Um acordo entre os dois países desobriga a extradição entre ambos. Pela Constituição, o Brasil não pode extraditar uma cidadã brasileira. Ela poderia ser julgada no Brasil, mas o caso não chegou à Justiça do país.

Claudia foi casada com outro cidadão americano entre 1990 e 2000 e obteve a cidadania americana em 1999. Em 2005, casou-se com Hoerig. Tanto o promotor do caso quanto o deputado querem que ela seja julgada nos EUA. No site do deputado, ele trata a questão como uma de suas principais bandeiras, dizendo que o piloto morto "era um militar condecorado, que fez 200 missões nas guerras do Afeganistão e do Iraque". Em entrevista ao jornal carioca "Extra" em 2010, o advogado da Claudia, Antonio Andrade, disse que a cliente matou o então marido "em um momento de fúria, por maus-tratos e abuso sexual". Ela morava em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. A embaixada brasileira em Washington está estudando o caso, mas ainda não há resposta oficial do Itamaraty. A emenda foi acrescentada ao projeto que decide o orçamento para o Departamento de Segurança Nacional em 2014, que deverá ser reforçado após os atentados terroristas de Boston.

Sérgio

quarta-feira, maio 22, 2013

Pirou na batatinha...


Te cuida McDonald's... Cantora processa rede após ter a voz arruinada, diz site. Veio do F5:

A cantora gospel Jacqueline Simpson, 52, abriu um processo contra o McDonald's após ter sua voz supostamente arruinada por ter mordido um pedaço de vidro maior que uma moeda de um centavo de dólar, segundo informou o site "Huffington Post" nesta terça-feira (21). Em 2010, a artista do Brooklyn, em Nova York, estava comendo um sanduíche de frango em um dos restaurantes da rede quando aconteceu o incidente. "Agora quando eu canto, eu ficou rouca", contou Jacqueline que também trabalha como balconista para o gabinete da Procuradoria Geral da República dos Estados Unidos. "Eu ainda canto contralto, mas não posso mais cantar soprano como costumava fazer", afirmou. "Faço muitas ligações por conta do trabalho e tenho que falar para as pessoas que não sou homem. Antes, isso nunca aconteceu", disse. O proprietário de uma rede de restaurantes do McDonald's em Manhattan mostrou preocupação com o caso. "Eu levo muito a sério estas questões. Fornecimento de alimentos e bebidas em segurança é uma prioridade no meu restaurante", afirmou. "Ao tomar conhecimento sobre essa afirmação, tomei medidas imediatas para reunir os fatos e iniciei uma investigação sobre o assunto", acrescentou. "Como esta é uma questão jurídica pendente, é inapropriado fazer mais comentários", concluiu.

Sérgio

Segurança x Carros brasileiros


Índice de mortes por acidentes de carro no Brasil é 4 vezes o dos EUA. Especialistas apontam fragilidade de veículos brasileiros como motivo. Frota americana de veículos é cinco vezes maior que a brasileira. Óbvio que as montadoras contestam... Só esquecem que a verdade, as estatísticas e as imagens que vemos todos os dias, literalmente nas ruas, mostram isso. Matéria AutoEsporte:

Acidentes de carros no Brasil geram taxa de mortes quatro vezes maior que nos Estados Unidos, diz levantamento divulgado no último domingo pela agência Associated Press. Segundo dados do Ministério da Saúde de 2010, citados no artigo, 9.059 pessoas morreram em acidentes deste tipo no Brasil, enquanto no mesmo ano os Estados Unidos registraram 12.435 mortes por batidas de carro. No entanto, a frota de automóveis americana é cinco vezes maior que a brasileira. De acordo com especialistas ouvidos pela AP, os motivos para os altos índices brasileiros são os carros brasileiros mais frágeis do que os vendidos em outros países, além das más condições das vias. "Os carros de entrada no Brasil são extremamente perigosos, isso não pode ser negado. A taxa de mortes em acidentes é muito alta", diz Maria Inês Dolci, da Proteste Associação de Consumidores. Em 2010, a associação já havia apontado falhas de segurança nos carros brasileiros. "Os fabricantes fazem isso porque os carros se tornam mais baratos de fazer e as exigências dos consumidores brasileiros são menores; seu conhecimento dos problemas de segurança são menores do que na Europa e nos Estados Unidos", acrescenta Dolci. Segundo a consultoria IHS Automotive, as fabricantes tem 10% de lucro sobre carros fabricados no Brasil, enquanto nos Estados Unidos este número é de 3% e a média global de 5%.

Em 2014, o Brasil passa a exigir a utilização de airbags frontais e sistema de freios ABS a todos os carros novos. No entanto, segundo a AP, as autoridades brasileiras ainda não possuem laboratórios para realizar testes de colisão e verificar a eficácia de proteção dos veículos. Assim, as pesquisas referentes aos carros do país ficam a cargo da Latin NCAP, braço para a América Latina da organização europeia que promove testes independentes de segurança com carros ao redor do mundo. Segundo a AP, com base em informações obtidas com engenheiros e especialistas dentro da indústria, estas fragilidades dos carros brasileiros são ocasionadas por soldas fracas na estrutura, dispositivos de segurança escassos e materiais de qualidade inferior, em comparação com modelos similares fabricados para os EUA e Europa.

Carros brasileiros mais frágeis

Testes de veículos vendidos no Brasil realizados recentemente pela Latin NCAP mostram notas baixas para a segurança (veja AQUI os vídeos e notas de todos os crash testes realizados). Além disso, as colisões mostraram diferenças entre os mesmos modelos em outros países. O Nissan March vendido na América Latina, produzido no México, recebeu classificação de duas estrelas, contra quatro estrelas de sua versão europeia, chamada Micra. Em um comunicado enviado por e-mail, a Nissan disse que o March vendido no Brasil é "praticamente o mesmo modelo" oferecido na Europa. "A diferença entre os resultados obtidos na Europa e na América Latina é devido às variações nos testes NCAP aplicadas em diferentes partes do mundo", afirma a empresa. De acordo com Alejandro Furas, diretor técnico para os programas globais de testes de colisão NCAP, isso não é verdade. "Nós realizamos o teste de colisão frontal exatamente da mesma forma como o Euro NCAP", disse ele. "March e Micra foram testados no mesmo laboratório, com o mesmo tipo de bonecos de teste, nas mesmas condições, com as mesmas pessoas que executam o laboratório", acrescenta. No entanto, os testes do Euro NCAP são mais completos. Incluem impacto lateral e outros exames, enquanto a versão latino-americana registra apenas impatos fronatis. Cada tipo de teste de impacto é marcado individualmente, em uma escala de 16 pontos.

O March vendido no Brasil obteve uma classificação de 7,62 no seu teste de impacto frontal, enquanto o Micra se saiu muito melhor, com 12,7 pontos. Algo semelhante ocorreu com a Renault. O Sandero produzido no Brasil marcou uma estrela no teste Latin NCAP, mas o modelo vendido na Europa, fabricado pela subsidiária romena Dacia, alcançou três estrelas. A Renault disse que o registro de segurança do Sandero e os outros carros estavam em pé de igualdade com os carros da mesma classe no Brasil. Em 2008, o Ford Ka da época vendido no Brasil obteve uma estrela, ao passo que o modelo Europeu alcançou 5. A empresa reconheceu a utilização de plataforma ultrapassada na versão brasileira e que o Ka europeu era muito diferente, não podendo ser comparado. A empresa disse que pretende ter todos os seus carros produzidos no Brasil construídos sobre plataformas globais atualizadas até 2015.

Veículos de entrada

Modelos mais baratos de Volkswagen, General Motors e Fiat também foram analisados, recebendo classificação de uma estrela. Isto significa que os carros oferecem pouco proteção para a cabeça dos usuários, comparados a veículos que receberam 4 ou 5 estrelas, que é o requesito mínimo para muitos europeus executarem suas compras. A Fiat disse em um comunicado enviado por e-mail à AP que "em geral, os projetos brasileiros recebem mais reforços" para fortalecê-los contra "estradas mais duras e terreno." No entanto, os testes NCAP no Novo Uno apontaram estrutura corporal instável e o modelo conquistou apenas uma estrela. A Volkswagen declarou que se esforça para manter um padrão global nos modelos, colocando o mesmo número de soldas nos mesmos modelos, independentemente de onde eles são produzidos, e aço de alta resistência nos carros brasileiros. A empresa acrescentou que, desde 1998, é dada aos consumidores brasileiros a opção de comprar um carro com airbags - o Gol com dois air bags frontais marcou 3 estrelas, enquanto o mesmo modelo sem air bags marcou uma estrela. Outro a receber apenas uma estrela foi o Celta, veículo da Chevrolet vendido somente América Latina. A General Motors apenas comentou que seus carros no Brasil são legais.

Sérgio

Isso é Brasil


Tocante o desabafo dessa pessoa. Criou-se uma multidão de acomodados. O Estado tem de me dar. Me pergunto se essa realidade tem possibilidade de alteração... Como explicar a um ser humano desses que é preciso trabalhar? Estudar, progredir? Se sustentar?

Sérgio

Almofada especial...


Para mulheres que gostam de dormir de bruços... Matéria G1:

O americano Michael Riley, morador de El Cajon, na Califórnia, desenvolveu um travesseiro especialmente para mulheres que se sentem desconfortáveis ao dormirem de bruços na cama, por causa da pressão colocada nos seios: o Comfy Breasts, um acessório que acomoda as mamas da mulher por meio de um sulco no colchão. No site oficial do produto, Riley explica que teve a ideia após conversa com uma mulher que tinha passado por uma cirurgia nos seios, e sentia dores ao dormir. Após um ano de pesquisa, o homem criou o produto que consiste em uma espécie de travesseiro com um espaço para o peito da mulher, tirando um “sistema de relaxamento”, de acordo com o site, evitando que o peso do corpo fique sobre as mamas enquanto a mulher dorme de bruços. O fabricante garante que o Comby Breasts é compatível com todos os tamanhos de sutiã, e o cliente ainda pode escolher o tipo de estampa do produto. Michael vende o acessório em seu site por cerca de R$ 100, mas atualmente procura fabricantes maiores para aumentar o alcance do Comfy Breasts. Há também uma versão do travesseiro para homens, com um sulco na parte inferior, destinada a acomodar a genitália masculina, proporcionando “conforto total” aos homens enquanto se deitam de bruços.

Sérgio

Xbox One


Microsoft anuncia novo Xbox One, concorrente do PlayStation 4. Prepare-se para uma TV mais interativa... Matéria G1:

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (21) o Xbox One, videogame de nova geração da empresa que chega ao mercado para concorrer com o PlayStation 4, da Sony, e o Wii U, da Nintendo. Como novidade, a evolução do Xbox 360, lançado em 2005, tem gráficos melhores, uma melhor versão da rede on-line Xbox Live e drive de Blu-ray para os jogos. O novo console apresentado na sede da Microsoft, em Seattle, nos Estados Unidos, será lançado mundialmente no final do ano, informou Don Mattrick, presidente de negócios de entretenimento interativo da Microsoft. O preço e a data exata de lançamento do console não foram revelados. Mais detalhes são esperados para a feira de games E3, em junho, nos EUA. A Microsoft quer colocar mais do jogador nos games. "Você e sua TV terão um novo relacionamento", disse a empresa na abertura do evento. "A sala de estar mudou radicalmente nos últimos anos com a internet em nuvem e sensores de movimentos. Podemos melhorar a sala que ficou tão complicada, fragmentada, desenhar e construir um sistema que atende a nova geração de games, TV e entretenimento", disse Mattrick.
"Queremos algo simples, instantâneo e completo", comentou o executivo ao apresentar o novo console. O One apresenta o sensor de movimentos Kinect, que será vendido junto com o aparelho, além de um novo modelo de controle do Xbox 360, mais moderno, mas mantendo o design.

Novo Kinect 

O novo Kinect reconhece a voz do jogador e já conecta no perfil do usuário do Xbox, informou Yusuf Mehdi, vice-presidente de negócios de entretenimento interativo da Microsoft. Além disso, o console lembra o que foi feito ou jogado pela última vez como os últimos jogos, filmes e músicas acessados. "O objetivo da Microsoft é manter todo o entretenimento do jogador no videogame", disse Mehdi. O Xbox One também quer mudar o modo como as pessoas assistem à TV ao vivo. Ao falar "Xbox, Live TV", o usuário é levado ao último canal que estava assistindo. Usando comandos de voz, o consumidor alterna instantaneamente as funções do console como games, TV ao vivo, filmes digitais, músicas e navegador de internet. Não há tempo de carregamento, de acordo com o executivo. O Kinect 2, que captura imagens em 1080p, é capaz de identificar os movimentos das mãos, a rotação dos punhos e a profundidade. O sistema captura mais juntas do corpo humano e consegue identificar onde estão os músculos, o que será usado em jogos de exercícios. O novo Kinect também usa gestos para estes comandos. Ao abrir os braços e fechar as mãos, como se agarrasse na tela, e fechasse os braços, a tela do filme, por exemplo, é minimizada. O movimento contrário abre o aplicativo e maximiza a tela. A Microsoft também apresentou uma versão do Skype para o Xbox One. O aplicativo permite chamadas em grupo. No Skype, o usuário pode atender uma chamada de vídeo enquanto assiste a um filme ou joga um game. A chamada é exibida no canto da tela, permitindo manter a atividade anterior.

TV interativa

No recurso de TV ao vivo, em uma partida de basquete, por exemplo, o Xbox One apresenta informações do placar da rodada. A interatividade poderá ser usada em eventos como o "Super Bowl" ou nas eleições presidenciais. Há guia de TV, permitindo, por meio de comandos de voz, decidir qual programa e qual canal assistir. Com os comandos de voz, basta citar o nome do canal ou do programa para que o Xbox One acesse o conteúdo desejado. Não é mais necessário memorizar os canais ou usar o controle remoto. O recurso também coleta dados sobre o que outros donos do Xbox One estão assistindo para criar um recurso similar aos "Trending Topics" do Twitter.

O console 

O Xbox One terá processador de 8 núcleos AMD Jaguar, 500 gigabytes (GB) de espaço de armazenamento em disco rígido, 8 GB de memória RAM, drive de Blu-ray, Wi-Fi embutido, HDMI e três sistemas operacionais embutidos, detalhou Marc Whitten, gerente geral de Xbox, na Microsoft. O aparelho promete ter jogos com resolução a partir de 1080p, alcançando até 4K, segundo a Microsoft. 

Novos controles

O controle do Xbox One tem 40 mudanças em comparação com o controle do Xbox 360. "Há mais precisão nos comandos, na pressão dos botões", disse Whitten. O tablet ou smartphone do usuário também servirá de controle para o Xbox One, servindo tanto de segunda tela como de joystick para determinados jogos. Ao pegar o joystick na mão, o Kinect reconhece o jogador e o controle, criando novas possibilidades para os desenvolvedores.

Xbox Live

A rede Xbox Live, sucesso no Xbox 360, manterá o mesmo sistema de assinatura usado atualmente. "O conteúdo ficará disponível na nuvem, e o usuário poderá acessar músicas, e filmes em qualquer lugar, pelo tablet ou smartphone. Será possível editar e compartilhar vídeos de jogos na Xbox Live", explicou o gerente geral de Xbox. As conquistas, que definem a reputação do jogador de Xbox, serão dinâmicas e permitirão procurar por jogadores mais compatíveis com o usuário, com base nas conquistas. "Os jogos, por meio da nova Xbox Live, terão mundos on-line persistentes", disse Whitten.

Games

A Electronic Arts foi a primeira produtora de jogos a apresentar novidades para a nova geração do Xbox. Andrew Wilson, presidente mundial da EA anunciou quatro jogos da EA Sports para o Xbox One, incluindo o popular game de futebol "Fifa 14", além dos títulos "Madden 25", "UFC" e "NBA Live". Os games da EA Sports serão lançados para o Xbox One nos próximos 12 meses. Terão Inteligência Artificial quase humana, e atletas com mais velocidade e agilidade. "Serão mundos vivos", disse Wilson. Os jogos da EA Sports terão uma corrente diária de atualizações. Em "Fifa 14", os times receberão atualizações dos atletas e as torcidas serão em 3D pela primeira vez. Phil Spencer, gerente geral do Microsoft Studios, anunciou "Forza 5", nova versão do simulador de corrida exclusivo da Microsoft, que estará nas lojas junto com o Xbox One, no lançamento do aparelho. "Conseguimos atingir a excelência visual com este game para o Xbox One", destacou. O nível de detalhes proporcionado pelo novo console permite pela primeira vez mostrar pedaços de borracha se desprendendo do pneu do carro, mostrando o desgaste da peça durante a corrida. O tempo e as imperfeições do carro influenciarão no resultado final da corrida. Outro título apresentado foi "Quantum Break", novo game da criadora de "Max Payne" e de "Alan Wake". As ações e decisões que o jogador toma influenciam na história do jogo. O Xbox One terá mais de 15 jogos exclusivos para o primeiro ano da plataforma no mercado, sendo que oito deles serão novas franquias.

Série de TV

A nova geração do Xbox contará com conteúdos exclusivos. O cineasta Steve Spielberg produzirá um seriado "live action" baseado nos jogos da série "Halo" chamado "Halo: The Television Series". "A TV será verdadeiramente personalizada no Xbox One. Ela também será social", disse Nancy Tellem, presidente de mídia digital na Microsoft. "Eventos ao vivo e conteúdo especial serão lançados para o Xbox One", declarou a executiva ao receber no palco do evento o presidente do estúdio 343 Industries, de "Halo", Bonnie Ross. Ainda na área de games, a Microsoft anunciou uma parceria com a NFL, liga de futebol americano, que trará "Footbal Fantasy", o "Cartola FC" de futebol americano, ao Xbox One. O game terá conteúdo exclusivo e interação nas partidas. Os recursos poderão ser usados por meio de smartphones e tablets. O game "Call of Duty: Ghost" (veja AQUI a análise do G1) terá todo seu conteúdo adicional lançado primeiro para o Xbox One, informou Eric Hirshberg, presidente da Activision. O novo game para o Xbox One terá novos personagens, nova história e novas interações.

Sérgio

terça-feira, maio 21, 2013

Fast & Furious 6


Yesssss... Estréia neste final de semana!!!

Sérgio

Planes


Diversão garantida pela frente... Estréia aqui em 9 de agosto!

Sérgio

E ele caiu no lance...


Um abraço pro meu tio, Cuca Beludo, rsrsrs Fala sério, para fazer isso ao vivo tem de ser mais esperto!

Sérgio

Barba outdoor?


É cada uma que aparece... Matéria G1:

Uma agência dos Estados Unidos aposta nas barbas como "a próxima grande tendência na publicidade". A Cornett-IMS criou a “beardvertising” e está pagando até US$ 5 por dia a barbudos dispostos a circularem pelas ruas com um pequeno anúncio preso nos cabelos faciais. A agência informou ao G1 que o projeto está em fase experimental, mas que já fechou parceria com dois anunciantes nos Estados Unidos: a cadeia de restaurantes A&W e a marca de produtos automotivos Eagle One. "As barbas são atualmente o acessório masculino mais quente desde a invenção da gravata", afirmou a Cornett-IMS, em comunicado.  Nós projetamos e inventamos a 'BeardBoards', cartazes em miniatura para ser preso na barba. Com estes dispositivos móveis, estamos prestes a mudar o jogo da publicidade". Em página criada na internet para promover a nova mídia, a agência recruta homens de barba longa para 'alugarem' seus fios de cabelos faciais como uma espécie de 'outdoor humano' e defendem o uso deste espaço pela publicidade. "Todo mundo olha para uma barba incomum. Por que não ter essas pessoas também olhar para a sua marca", diz a empresa.

Sérgio

Oklahoma


Que triste... A situação em Oklahoma não foi um susto, como pensei no início. É uma tragédia de grandes proporções. Vejam fotos AQUI. Que Deus esteja com eles. Matéria do G1:

O número de mortos provocados pela passagem devastadora de um tornado nesta segunda-feira (20), nos arredores de Oklahoma City, nos Estados Unidos, chegou a 91, informou a porta-voz do Centro Médico de Oklahoma City, Amy Elliot. Entre os mortos, há pelo menos 20 crianças, a maioria de menos de 12 anos. De acordo com Amy Elliot, 145 pessoas, dentre elas 70 crianças, se fereriram e foram levadas para dois hospitais locais. Ainda segundo Amy, o número de mortos não é definitivo e pode aumentar, pois há feridos em estado grave e há desaparecidos entre escombros espalhados por toda a região, especialmente em Moore. O fenômeno destruiu duas escolas e centenas de casas, segundo as autoridades locais.

Uma das escolas atingidas foi a Briarwood Elementary School, que foi totalmente destruída pelos ventos e pela colisão de carros arremessados pelo tornado para cima do imóvel. Pelo menos sete crianças teriam morrido depois que a escola primária Plaza Towers ruiu. De acordo com a imprensa local, algumas crianças foram resgatadas, mas possivelmente muitas mais delas continuam sob os escombros. Equipes de resgate seguem no local tentando localizar vítimas entre as ruínas das escolas.

O serviço meteorológico nacional classificou a força do tornado como EF-4 na escala de magnitude dos fenômenos, o que significa ventos entre 260 e 320 quilômetros por hora, mais forte que um furacão de categoria cinco.  A tormenta devastou a região, arrancando casas, levantando automóveis, e deixou um rastro de destroços em toda a região e um prédio em chamas. O fenômeno durou aproximadamente 40 minutos e percorreu 32 quilômetros entre os distritos de Newcastle e Moore. "Eu nunca vi nada como isso em meus 18 anos cobrindo tornados aqui em Oklahoma City. Este é sem dúvida o mais horrível", disse o repórter Lance Oeste, da rede de TV KFOR. "O tornado sobre o terreno neste momento é enorme e atingiu áreas populosas", disse a governadora de Oklahoma, Mary Fallin, à CNN. Ela afirmou que é cedo para avaliar os estragos, mas as TVs mostraram ao vivo uma vasta destruição. Brynn Kerr, do Serviço Nacional de Meteorologia, disse que um alerta de tornado foi emitido para dois condados na região central de Oklahoma. "Parece que o nosso pior medo se materializou hoje", disse o meteorologista Bill Bunting, em Norman, Oklahoma.


"Sabemos que há um grande número de feridos. Sabemos que perdemos muitas infraestruturas nesta comunidade e em todo o estado", disse a governadora de Oklahoma, Mary Fallin. "Há muitas medidas de segurança, tubulações de gás, cabos de energia elétrica que devemos revisar, mas não podemos fazer muito no momento", explicou o chefe de polícia Jerry Sillings, em uma referência às dificuldades das equipes de emergência de trabalhar no escuro. Sobrevoando a área de helicóptero, as câmeras da KFOR capturaram cenas de destruição em Moore, com carros empilhados e casas destelhadas, assim como pessoas caminhando entre os escombros.O prefeito de Oklahoma City, Mick Cornett, disse que as primeiras equipes de emergência foram mobilizadas e que o Estado e a Guarda Nacional participarão no resgate. O centro médico de Moore foi evacuado, e todos os pacientes levados para outros hospitais. Abrigos de emergência foram criados em Oklahoma City, em especial nas igrejas. O tornado de Moore parecia ameaçar a localidade de Meeker, aos sul de Oklahoma City. Novos alertas de fortes ventos foram emitidos em Oklahoma e no estado vizinho do Texas.


Vale do Tornado

Oklahoma City se encontra dentro do chamado "Vale do Tornado", que vai da Dakota do Sul até o centro do Texas, região particularmente vulnerável. Na última quinta-feira, dez tornados passaram pelo Texas, matando pelo menos seis pessoas, e ferindo dezenas. No domingo, um poderoso sistema de tempestade deslizou pelo Meio-Oeste americano, espalhando tornados por Iowa, Kansas e Oklahoma. De acordo com a imprensa local, casas foram destruídas, e pelo menos duas pessoas morreram. Em Shawnee, um tornado alcançou um grupo de casas pré-fabricadas, deixando pelo menos um morto, segundo a FOX TV. No domingo, foi declarado estado de emergência em 16 condados de Oklahoma. Na quinta-feira da semana passada, 10 tornados afetaram o Texas e mataram seis pessoas. A cidade de Moore já havia sido destruída parcialmente em maio de 1999, quando um tornado matou 41 pessoas.

Estado de emergência

O presidente dos EUA, Barack Obama, declarou estado de emergência na região, o que abre a possibilidade de envio de ajuda federal aos condados de Cleveland, Lincoln, McClain, Oklahoma e Pottawatomie. Obama também ordenou que cerca de 200 integrantes de equipes de emergência federais se unam às operações de resgate em Oklahoma, informou a BBC. Obama deve falar sobre o incidente em pronunciamento às 11h de Brasília.

Sérgio

segunda-feira, maio 20, 2013

Tornados...


Aqui em Orlando só ventou forte, mas não teve nem alerta de nada. Em Oklahoma e outros Estados o bicho pegou. Matéria G1:

Ao menos uma pessoa morreu e outras 21 ficaram feridas com a passagem de vários tornados nos estados do Kansas, Oklahoma, Iowa e Illinois, nos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira (20) o canal FOX News. Meteorologistas alertam para o risco de ventos fortes e tempestades no Centro Oeste do país e o Serviço Meteorológico Nacional (NOAA, na sigla em inglês) mantém em seu site um alerta para a ocorrência de novos tornados. A vítima morreu na região leste de Oklahoma City, onde a passagem de tornados e o poder dos ventos provocou devastação, segundo a imprensa local. Em alguns locais houve interrupção dos serviços básicos como eletricidade, levando a decretação de estado de emergência pelas autoridades locais.

Sérgio